PUBLICIDADE

Topo

Universa

Batom tint, cremoso e mais: preparamos um guia para aplicar cada um deles

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Karina Hollo

Colaboração para Universa

13/08/2021 04h00

Colorir os lábios é um hábito que vem lá da Antiguidade — registros de mulheres no Egito e na Grécia mostram que elas já usavam tintas e corantes para dar destaque todo especial à boca. Na Inglaterra do século XVI, a moda era ter o rosto muito branco contrastando com lábios muito vermelhos.

Diz a lenda que o primeiro batom em bala foi criado na França, em 1870 (o nome vem do francês baton, que significa bastão), pelo Monsieur Guerlain. Fato é que depois da Primeira Guerra Mundial, nos anos 1920, ele virou item indispensável — e continua assim até hoje.

Você pode até ter sua textura preferida — as francesas amam os cremosos, nós brasileiras temos uma quedinha pelos matte, os tints vieram da K-Beauty mania e fazem sucesso, os líquidos têm uma praticidade interessante? Mas como a tendência é usar a maquiagem como ferramenta de autoexpressão, vale usar o que você quiser, quando quiser.

"Independentemente do tipo, a forma de aplicar vai muito de cada pessoa. O que vale é entender o que funciona melhor para você", observa a beauty artist Kaka Oliveira. Procuramos um time de maquiadoras para ensinar seus melhores truques de aplicação de batom, para você se produzir como uma profissional.

Primeiro passo: preparação caprichada
Para todo e qualquer tipo de batom, o primeiro e mais importante passo é a preparação da boca. "Acho importante começar limpando os lábios com cotonete para tirar qualquer resíduo de base", diz a beauty artist Camila Anac. Se eles estiverem descamando, é interessante usar um esfoliante labial e, depois, hidratar. "Costumo passar um lip balm e deixar o produto agindo enquanto preparo a pele. Por último, aplico o batom", continua.
Às vezes, os lábios podem estar mais ressecados por conta do tempo ou até serem mais secos mesmo. De novo, é o momento de eliminar células mortas e trazer maciez. "Nesse caso, uso um esfoliante labial e depois lip balm para hidratação", conta a beauty artist Welida Souza.

Batom cremoso
Batom em bala é superprático. "Gosto muito da versatilidade do batom cremoso, em bala, porque a gente consegue tanto fazer um lábio supercontornado e preciso quanto esfumadinho, o que é mais difícil com outras texturas. Pode até usar como blush!", diz a maquiadora Brigitte Calegari. A direção de aplicação, ensina ela, é sempre de dentro para fora: você faz o arco, vai até o meio, e depois liga a extremidade ao centro.

Dá, sim, para ter um bocão vermelho de respeito sem a ajuda de um pincel. "Mesmo quando é uma cor mais forte, uso a própria bala e corrijo o desenho, se necessário, com corretivo", conta Welida.

Tem lábios generosos? Camila tem uma dica para facilitar sua vida: "Gosto de raspar o batom cremoso com uma espátula para depois vir com um pincel grande, estilo língua de gato (que seja longo), para fazer com mais firmeza o desenho da boca. Esse acessório ajuda quem tem lábios grandes. Assim, não precisa ficar retocando com pincel pequeno", sugere.

Supermatte
Na hora de passar batom supermatte, é preciso tomar alguns cuidados. "A versão em bala pede hidratação antes, mas cuidado com a quantidade de balm para não interferir na textura do batom", alerta Brigitte.

Aí, sim, não dá para escapar do pincel. A textura matte, mais seca, tem longa duração, mas pode manchar a pele. Sem falar que o desenho fosco grita. "Por isso, gosto de aplicar com pincel pequeno de precisão, para delinear direitinho", diz Welida.

Lip tint
"Aqui, o segredo é ir dando batidinhos de dedo com o produto, esfumando para fora para dar aquela intenção de boca borradinha que acho um luxo", diz Welida. Sem falar que, assim, o acabamento fica mais homogêneo. Como o lip tint é um produto mais seco, como se fosse uma tinta mesmo, são necessários alguns cuidados. "Ele pode manchar se você demorar para esfumar. Por isso, a dica é aplicar pouca quantidade e esfumar com os dedos, os próprios lábios ou um pincel", diz a maquiadora Savana Sá.

Também vale hidratar os lábios antes, com um balm não muito grudento. "Nada de excesso. É só para o produto deslizar melhor e o acabamento ficar mais bonito", completa Savana, dizendo que dá inclusive para construir camadas para ter mais intensidade de cor. Se você quiser um efeito mais certinho, aplique em movimentos de vai e vem. Dá para ultrapassar os limites dos lábios para dar impressão de mais volume, de forma sutil", ensina Brigitte.

Batom líquido
Praticidade define: os batons líquidos podem ser aplicados com o próprio aplicador da embalagem. "Minha dica é tirar o excesso do produto na embalagem para depois passar nos lábios. Assim, você diminui a chance de borrar ou de ele escorrer", ensina Kaka.

Mais uma vez, vale apostar em uma minicamada de hidratação, mesmo que o batom não seja dos muito secos, o que facilita a aplicação. "Sem falar que elimina linhas que porventura existam na pele e que ficariam em evidência por causa da textura seca. Gosto inclusive de fazer o contorno com pincel sujinho de balm - assim, você consegue ir e voltar várias vezes, fazer retoques", detalha Brigitte. Assim, você não vai alterar o efeito e a durabilidade do batom, mas vai ter mais conforto. "Faça movimentos curtos e, se precisar de uma pequena correção, use corretivo, depois do batom seco", ensina Savana.

Batom vermelho
Aplicar batom vermelho ou mais escuro, como vinho, tem seus segredos.

"O vermelho consegue ser mais difícil de aplicar do que delineador. Por isso, gosto de limpar as bordas da boca com pincel fininho chanfrado umedecido com água micelar. Assim, o acabamento fica perfeito!", diz Kaka.

Smoky lips
O segredo para conseguir o efeito esfumadinho do momento está no pincel.

"Para esfumar, uso um pincel mais gordinho. Aí, o limite não fica tão recortado, o acabamento é mais natural", finaliza Camila.

Universa