PUBLICIDADE

Topo

Cama alta, plantas secas e mais: o que não ter em casa, segundo o Feng Shui

Saiba o que deve ser evitado de acordo com a técnica, para melhorar a energia da casa - iStock
Saiba o que deve ser evitado de acordo com a técnica, para melhorar a energia da casa Imagem: iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

09/08/2021 04h00

Uma casa com boas energias, em que os moradores se sintam bem em tempo integral, é o desejo de todos. Nessas horas, o Feng Shui - técnica milenar chinesa de harmonização de ambientes - é uma mão na roda para orientar o que deve (ou não) ser feito para garantir que o bem-estar reine dentro do imóvel.

Isso significa, inclusive, dar fim a alguns objetos e arrumações que podem influenciar negativamente o fluxo energético. "O interior de uma construção, seja ela comercial ou residencial, pode afetar diretamente a saúde, a harmonia do relacionamento e também a prosperidade dos ocupantes", argumenta Juliana Viveiros, espiritualista e terapeuta holística da plataforma iQuilibrio.

Como ela argumenta, com a avaliação do espaço como um todo, o Feng Shui consegue identificar quais são os recursos benéficos e adversos que afetam diretamente a vida das pessoas que vivem ali. "Por essa razão, é que certos itens devem ser evitados", reforça. A seguir, Juliana Viveiros apresenta alguns deles.

Tem em casa? Melhor rever a necessidade

1. Cama muito alta ou com objetos embaixo dela

O Feng Shui aconselha nunca deixar nada embaixo da cama, pois é importante as pessoas estarem em contato com o solo - por isso também não deve ser tão elevada. Desta maneira, somada à correta manutenção, consegue-se descansar em um local limpo e evitar perturbações por conta das energias dos objetos parados ou sujos que contaminam o fluxo vibracional daquele espaço.

2. Objetos quebrados ou danificados

Objetos que não estão inteiros ou funcionando 100% podem reduzir a energia dos moradores, paralisando-os em um destino que não tem mais vitalidade.

3. Plantas mortas ou secas

Manter em casa o que não possui mais vida é automaticamente influenciar a vitalidade energética da casa. Melhor substituir por flores ou, ainda, vasos que trarão alegria e harmonia para o ambiente.

4. Espelho refletindo a cama

Um espelho na direção do leito ou que reflita quem está dormindo nela não ajuda em nada a ter uma noite tranquila. Sem tal objeto por perto, é possível alcançar um sono de mais qualidade, com menos perturbações energéticas.

5. Relógios que não funcionam

Aquele relógio que precisa de reparos ou pede troca de pilha deve ser reparado ou, então, é melhor se desfazer dele. Enquanto não fizer isso, é bem possível que os moradores percebam um atraso nas energias do ambiente e na própria vida. O mesmo vale para calendários antigos.

6. Objetos pontiagudos

Deixar expostos objetos com ponta, como facas, estiletes e tesouras, representa a possibilidade de cortar as energias boas da casa. Além disso, tais objetos atraem atitudes de agressividade para os moradores, já que carregam esse tipo de vibração. É preciso deixá-los sempre guardados enquanto não estão sendo usados.

7. Itens com mensagens negativas

Tudo possui o seu devido lugar em um ambiente e, sendo assim, é necessário ter cuidado para não trazer para dentro de casa quadros ou qualquer tipo de objeto que traga uma mensagem ruim. A melhor maneira é entender o significado energético das cores e apostar em objetos e quadros que agreguem qualidade ao dia a dia.

8. Entulhos de reforma

Sobras de obras inacabadas ou que não receberam o devido descarte não devem ficar dentro do quintal, pois são verdadeiros vilões. Além de representarem estagnação, trazem à tona a energia parada da sujeira.

9. Objetos atrás das portas
Não é nada aconselhável guardar itens variados atrás da porta. Primeiramente, atrapalha o fluxo de energia, porque a porta não se abre por completo. Também acumula vibrações atrás da divisória. O ideal é achar um lugar para cada objeto. Se o imóvel for pequeno demais, vale eliminar tudo aquilo que não faz sentido, mantendo apenas o necessário.