PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Sem rapidinha: truques fáceis para o sexo durar mais

Transar em lugares além do quarto e da cama ajudam ao trazer mais emoção ao sexo  - Prostock-Studio/Getty Images/iStockphoto
Transar em lugares além do quarto e da cama ajudam ao trazer mais emoção ao sexo Imagem: Prostock-Studio/Getty Images/iStockphoto

Rafaela Polo

Colaboração para Universa

15/07/2021 04h00

A ficção nos faz ter a sensação de que o sexo entre os protagonistas dura horas e horas, quando a realidade é bem diferente. Uma pesquisa feita pela Utrecht University com 500 casais heterossexuais determinou o tempo médio de uma relação sexual entre eles: 5,4 minutos, sem contar as preliminares.

Só que o sexo é muito mais que o tempo de penetração. "Sexo é tudo que envolva contato e fantasias. Muitas pessoas veem apenas como penetração, mas começa no beijo, passa pelas preliminares e depois chega no oral, por exemplo. Carícias fazem parte da relação. Eu diria, inclusive, que são fundamentais. O homem pode levar 4 minutos desde a excitação ao orgasmo enquanto a mulher de 10 a 13 minutos", diz a sexóloga Cissa Aguiar.

Quanto tempo dura a relação sexual ideal?

Quando o assunto é escolher entre uma transa mais longa ou rapidinhas, as pessoas parecem ficar um pouco indecisas. Uma pesquisa do Sexlog descobriu que, entre seus usuários, 47,3% das pessoas preferem que o sexo dure poucos minutos enquanto 4.6% preferem que seja mais demorado. O fato é que se tem prazer e tem orgasmo, não tem com o que se preocupar. "Uma relação de 10 a 15 minutos pode ser mais satisfatória do que uma de 40 minutos", garante Cissa.

Mas se sua vontade é transar por mais tempo, Universa falou com especialistas para descobrir quais manobras podem dar uma forcinha na hora de ter uma relação mais longa e prazerosa. Spoiler: grande parte acontece antes da penetração.


COMECEM PELO BANHO
O sexo não precisa começar no quarto - como a maioria dos casais faz. Traga as preliminares para outro cômodo. Por exemplo: tomem um banho juntos.

"O casal pode estimular outras zonas erógenas, que não costumam acariciar no dia a dia. Uma dica é enxugar um ao outro com uma toalha felpuda. Esse é um exercício bastante erótico e que promove um alto nível de excitação", diz Jussania Oliveira, sexóloga e autora do romance erótico "Amor Próprio". Ensaboem-se juntos, apostem em um pouco de sexo oral e, porque não, tenham orgasmos. Em uma relação, cabe mais do que um.

TROQUEM DE AMBIENTE
Se sexo é sempre no quarto, que tal levar a pegação para a sala? Fujam do tradicional, que é cercado daqueles processos automáticos para trazer o prazer mais rapidamente, e busquem outros ares.

"O sofá é um móvel com 1001 utilidades e permite inúmeras variações de posições sexuais que podem prolongar esse namoro", diz Jussania. Vocês podem tentar uma penetração por trás, com a mulher segurando o encosto do sofá, a mulher por cima, controlando o vaivém, manobras diferentes de sexo oral... Opções não faltarão!

EXPLOREM OS SENTIDOS
Sexo não é só tato, envolve todos os sentidos. Para alongar, tire o foco da penetração. "Na visão, usem lingeries bonitas, algo que chame a atenção. Na audição, invistam em uma música sexy, que mexa com a fantasia do casal. No olfato, alguns aromas e óleos perfumados podem ser estimulantes. Pensando em paladar, vocês podem ter vinho, champanhe, chocolate ou morango, por exemplo, ao lado da cama e, por último, o tato: explorem todo o corpo, não só as genitais", diz Cissa.

SAIAM DO CONFORTO
É comum, principalmente em casais que estão juntos há muito tempo, terem suas posições queridinhas - aquelas que eles têm certeza que vão conseguir gozar. Para fazer o sexo durar um pouco mais é importante pulá-la, pelo menos no começo.

"Deixem essa posição sexual que estimula mais por último", explica Jussania. A gente não quer que vocês a abandonem, só que mudem o cronograma.

MUDEM A POSIÇÃO
Quando vocês perceberem que o orgasmo está se aproximando, parem tudo e troquem de posição. "Essa paradinha dá ao homem, por exemplo, alguns segundos, para que ele não goze e continue no mesmo ritmo por mais tempo", diz Cissa. Além de prolongar o sexo, essas mudanças podem ajudar a deixar a relação ainda mais interessante.

Sexo