PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Óleo faz mágica no cabelo: 6 jeitos de otimizar a hidratação no inverno

Óleos vegetais têm alto poder de hidratação para os cabelos - Getty Images
Óleos vegetais têm alto poder de hidratação para os cabelos Imagem: Getty Images

Karina Hollo

Colaboração para Universa

21/06/2021 04h00

Com os termômetros em baixa, tem gente que aposta nos banhos quentes. Acontece que a temperatura elevada da água agride o cabelo, tornando-o quebradiço, e ainda estimula a produção de sebo e descamação do couro cabeludo. Para aplacar os danos e conferir uma boa dose de brilho, os óleos vegetais entram em cena. Versáteis, se encaixam em vários momentos do cuidado capilar.

"Eles têm alto poder de hidratação e nutrição. Podem ser aplicados diretamente com uma leve massagem ou diluídos", fala a dermatologista Fernanda Porphirio, da Clínica Vanité, em São Paulo.

Como usar óleos no cabelo?

Umectação noturna

Uma boa camada de óleo nos fios antes de dormir, principalmente de seu cabelo é seco, crespo ou cacheado, é uma ótima receita. "Aplique no comprimento e deixe em repouso à noite. Na manhã seguinte, lave normalmente com xampu e condicionador", ensina Marcio Sanchez, hairstylist do TP Beauty Lounge, no Rio de Janeiro..

O procedimento pode ser feito até duas vezes na semana, em média, para não pesar. "Se você tem o couro cabeludo oleoso, seu uso deve ser focado na haste capilar para hidratação e reconstrução do fio", alerta Fernanda. Usados como pré-xampu, também evitam o ressecamento de mechas frágeis (por descoloração ou luzes, por exemplo).

Vale lembrar que na umectação são usados os óleos vegetais, e não os essenciais. "Em salão e spas, também são feitas terapias com óleos essenciais específicos, mas aplicados diretamente no couro cabeludo, para diminuir irritações, hipersensibilidade, vermelhidão e ressecamento. Eles equilibram e tratam a região", acrescenta o beauty artist Celso Kamura, do C. Kamura, em São Paulo.

Misturado à máscara de tratamento

Para turbinar a hidratação, você pode misturar uma colher de chá de óleo à quantidade de máscara capilar que vai aplicar no cabelo. "Coloque 5 'pumps' na máscara capilar para potencializar o tratamento", diz Romeu Felipe, do ROM, em São Paulo.

Para modelar os cachos

Cacheadas sabem que cada necessidade ou finalização pede um mix de produtos específicos. E os óleos podem entrar no jogo. "Gosto de colocar três partes de modelador de cachos para uma de óleo, misturar na mão e aplicar mecha por mecha. Anote essa proporção, porque é superimportante! Óleo demais pode desmontar a onda", avisa Ricardo Rodrigues, do Riro Salon, em São Paulo.

Reparação após o banho e ao longo do dia

"Minha principal dica é sempre aplicar o óleo capilar nos fios ainda molhados para aumentar a absorção", diz Romeu. Donas de cabelo crespo ou cacheado também podem andar com óleo capilar na bolsa. "Esse tipo de fio perde água rapidamente em razão da estrutura em espiral. O óleo cria uma barreira para impedir que isso aconteça. Vale colocar uma gotinha nas mãos, de vez em quando, e amassar", diz Celso.

Falando em quantidades, Romeu passa uma receita (medida em número de vezes que se aperta a tampinha da embalagem). "Indico três pumps de manhã, cinco à tarde e dez antes de dormir", resume.

Toque final

Dá para usar óleos capilares na finalização do styling, como babyliss, chapinha e escova modelada? "Sim! Ele potencializa o brilho e ajuda a controlar o frizz, caso ele incomode", diz Marcio. Vá com calma para não pesar: pingue três gotas na palma das mãos, esfregue uma na outra e aplique nas pontas, só então subindo para o comprimento dos fios. Em tempo: antes de usar qualquer tipo de ferramenta com calor, aplique protetor térmico, ok? O óleo não substitui e pode até favorecer a queima das madeixas.

Proteção para ressecados

Se você é loira ou descolorida, antes de ir para piscina ou prática de esportes aquáticos, considere enluvar os fios com um óleo. Assim, o cloro não penetrará nas cutículas nem dará aquele tom esverdeado. "Outra boa ideia é passar o produto antes do treino e deixá-lo agindo enquanto malha", sugere Romeu.

Para experimentar

Wella Professionals Oil Reflections, R$ 65,10*
Para todos os tipos de cabelo, dá brilho e protege os fios. Pode ser usado como pré-xampu, tratamento noturno e leave-in também.

Sebastian Professional Dark Oil, R$ 78,75*
De rápida absorção, suaviza as cutículas e facilita o penteado, unindo tratamento com finalização. A fórmula é rica em nutrientes, mas leve. Protege dos raios UV, controla o frizz e aumenta a maciez. É bem perfumado também.

Aqua Óleo Bifásico Babosa & Coco, Herbal Essences, R$ 45*
Hidrata os fios e promete realçar o tom. Além disso, oferece proteção térmica e contra os raios solares.

Óleo Intensivo, Pantene, R$ 27,90*
A fórmula leva óleo de coco e Pro-vitamina, ativo exclusivo da marca. É indicado para dar brilho e condicionamento aos cabelos cacheados.

Baobab Oil, Phyto, R$ 260*
Multifuncional, conta com uma mistura de óleos vegetais variados (baobá, karité, rícino, urucum, toranja, oliva), que proporcionam força, maciez e emoliência. Ameniza agressões ambientais e térmicas, além de proteger dos raios solares.

Óleo Finalizador Patauá Ekos, Natura, R$ 56,50*
Promete tornar os fios mais resistentes à quebra, além de proteger contra a ação térmica do secador e da chapinha. Não contém parabenos ou óleo mineral.

Óleo Concentrado Tratamento Capilar Patauá, L'Occitane au Brésil, R$86,90*
Com alta concentração de óleo de Patauá, proporciona hidratação, nutrição e reparação para o fio da raiz às pontas, selando as cutículas.

*Preços pesquisados em junho de 2021. Sujeitos a alterações.

Beleza