PUBLICIDADE

Topo

Universa

Inglesa denuncia pub que a comparou a 'homem sem camisa' por top decotado

Mollie e Amy vestiam esses tops, mas com saias na parte de baixo, quando foram barradas - Reprodução/Instagram/@mollie_wood
Mollie e Amy vestiam esses tops, mas com saias na parte de baixo, quando foram barradas Imagem: Reprodução/Instagram/@mollie_wood

Colaboração para Universa, em São Paulo

17/06/2021 11h31

Com o avanço da vacinação e, consequentemente, a diminuição das medidas de restrições contra a covid-19, a população do Reino Unido está voltando a frequentar os tradicionais pubs da região. Entretanto, duas amigas britânicas ficaram revoltadas ao serem expulsas de um desses estabelecimentos, no domingo (13), acusadas de estarem vestindo "trajes inadequados".

Mollie Wood e Amy Lee, ambas de 20 anos, foram ao pub The Back Of Beyond, na cidade de Reading, para comemorar a vitória da Inglaterra sobre a Croácia na Eurocopa. Elas dizem já estavam procurando uma mesa no local, quando o gerente gritou para chamar a atenção delas.

Segundo Mollie, o empresário classificou o top que elas usavam sobre uma saia como "impróprio", insistindo que permitir seu decote seria o mesmo que permitir a entrada de "um homem sem camisa" no local. Assim sendo, ambas foram convidadas a se retirar e não puderam consumir nada.

Revoltadas, em um primeiro momento elas saíram, mas tentaram voltar ao local, argumentando que o pub, franquiado da rede Wetherspoon, não apresenta um código específico de vestimenta. Contudo, a tentativa foi em vão, visto que, segundo elas, o gerente do local não lhes deu ouvido.

Novamente na parte de fora do pub, as amigas gravaram um vídeo para expor a situação, que elas consideraram "sexista" no TikTok.

@mollie_wood

BACK OF BEYOND WETHERSPOONS u sexist fucking pigs

? original sound - moll


"Nós estivemos em quatro bares mais cedo naquele dia e nunca tivemos a entrada negada", relatou Mollie, sem deixar de ressaltar o "calor" de 26° C presente em Reading naquele início de noite.

"Eu disse a ele [o gerente] como era sexista me comparar a um homem sem camisa. Eu estava usando um top. Eu não estava sem camisa".

"Por que o decote e os seios são inadequados? Eles são literalmente para crianças? Eu tenho peitos grandes. Mesmo se eu usasse uma gola alta, você ainda os veria de uma forma muito perceptível", afirmou.

O vídeo com o relato da situação obteve mais de 600 mil visualizações na rede social. Entre os espectadores, o apoio às jovens foi grande. "Você se vestiu de acordo com o clima. Não vejo o problema", comentou um internauta. "Lamento muito que isso tenha acontecido, vocês duas estão lindas, garotas", acrescentou outro.

Em resposta às reclamações, um porta-voz da Wetherspoon enviou um comunicado ao jornal Daily Star. Segundo ele, o julgamento do que é uma roupa adequada ou não é uma questão arbitrariamente determinada pela gerência do bar franquiado.

"E embora nenhuma ofensa tenha sido intencionada para as duas clientes com o pedido de deixar o bar, apoiamos a abordagem da equipe de gestão do bar neste caso", afirmou o porta-voz.

Universa