PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Cosmético tem validade, sim! Entenda os riscos de usar produtos vencidos

Regras de validade variam de acordo com o país de origem do produto - Getty Images
Regras de validade variam de acordo com o país de origem do produto Imagem: Getty Images

Priscila Carvalho

Colaboração para Universa

12/06/2021 04h00

Quem nunca resgatou aquele batom antiguinho no nécessaire, em que mal dá para se ler o código da cor e a data de validade? A ação pode parecer inofensiva, mas o uso de cosméticos vencidos oferece perigos ao organismo. "Pode haver contaminação microbiana ou fúngica e, ao passar o produto na pele, aumenta risco de lesões, alergias, acne, descamação e até manchas", explica Heloisa Olivan, cosmetologista e mestre em ciências biológicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Por que a data de validade é tão importante?

Assim como os medicamentos, os cosméticos passam por testes de estabilidade para garantir por quanto tempo o produto aberto, em contato com o ar, se mantém íntegro e eficaz. A data de validade corresponde ao prazo em que os princípios ativos que estão descritos no rótulo terão efeitos preservados.

Geralmente, a data máxima de validade dos cosméticos é de dois anos. "Produtos para os olhos costumam durar ainda menos. Por ser uma região sensível, é muito mais fácil ter reação alérgica, além de infecções bacterianas", diz Olivan.

Cada país tem a sua regra

No Brasil, as regulamentações sanitárias obrigam que o fabricante preveja um prazo máximo de uso mesmo com o produto lacrado. Entretanto, em outros países, como Estados Unidos e membros da União Europeia, a identificação é diferente. Pode-se notar um pequeno ícone de frasco aberto com um numeral ao lado. Ele compreende os meses em que o cosmético deve ser mantido em casa após aberto.

Por exemplo, se diz "6M", significa que ele dura seis meses após aberto - quando entra em contato com o ar, a umidade externa, os microorganismos do ambiente.

Itens de pele perdem eficácia e podem causar alergias quando vencidos - Getty Images - Getty Images
Itens de pele perdem eficácia e podem causar alergias quando vencidos
Imagem: Getty Images

Riscos de usar produtos de beleza vencidos

Xampu

Perde-se a nutrição dos fios e crescem os riscos de reações alérgicas no couro cabeludo, como a descamação. O produto em más condições altera a flora bacteriana da pele e aumenta a suscetibilidade às infecções oportunistas.

Vitamina C e outros antioxidantes

Ela é a queridinha das fãs de skincare, mas requer muito cuidado, principalmente em relação à cor e cheiro. Quando ocorre a mudança de pigmentação, já indica uma oxidação do produto, fazendo com que ela diminua sua eficácia no rosto, independentemente da data de validade.
Por isso, é fundamental guardar em locais que não sejam úmidos, para evitar a perda precoce do cosmético.

"Quando ela fica bege e com um cheiro mais metalizado, significa que não tem mais serventia", afirma a cosmetologista. Aí, podem surgir efeitos adversos como alergias, inflamação da rosácea e vermelhidão.

Maquiagem

Alterações na cor, no cheiro e na textura são os principais sinais de que o item pereceu. No caso da base, por exemplo, o tom amarelado indica que o produto estragou e que não está bom para o aplicação. Além disso, quando a maquiagem está "empedrando", formando grumos ou esfarelando, também indica que o produto atingiu sua data de validade ou que está perto dela.

Usar maquiagens com prazo vencido só aumenta o risco de acne, inflamação e até irritação no rosto. "A questão é tão séria que os danos causados podem ser, inclusive, permanentes, como manchas e queimaduras", alerta a dermatologista Flávia Maklouf.

Protetor solar
No caso deste cosmético, usá-lo na fase vencida reduz proteção da pele e pode até causar queimaduras. "É um produto que não deveríamos nos preocupar com validade, já que muitas vezes a embalagem vem com a quantidade ideal para um mês e alguns dias. Como as pessoas só usam quando vão à praia, acaba se perdendo", diz a cosmetóloga.

Como guardar os produtos da forma correta

"As condições de armazenamento e temperatura interferem na durabilidade de qualquer produto. Quando ruins, eles podem sofrer oxidação, diminuindo sua eficácia", afirma Maklouf.

Maquiagens e itens de skincare não devem ficar em ambientes quentes e úmidos, como os banheiros. No caso de xampus e cremes de hidratação, que vivem no box, é importante assegurar que as tampas permaneçam bem fechadas.

Por último, ao manusear cremes e outros produtos, opte pelo uso da espátula, que evita o contato direto das mãos e possíveis contaminações.

Beleza