PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Eclipse solar em Gêmeos pede mais ação e cuidado com situações ilusórias

Eclipse solar em Gêmeos pede mais ação e cuidado com situações ilusórias - Jongsun Lee
Eclipse solar em Gêmeos pede mais ação e cuidado com situações ilusórias Imagem: Jongsun Lee

Camila Eiroa

Colaboração para o UOL

10/06/2021 04h00

Um novo eclipse chega para transformar o cenário astral e completar a energia do último fenômeno, que aconteceu dia 26 de maio, em Sagitário. Desta vez, será um eclipse solar anular em Gêmeos, quando a Lua se coloca entre o Sol e a Terra, mas não chega a cobrir o disco solar, criando um anel luminoso ao redor da sombra da Lua.

Esse eclipse acontece no dia 10 às 07h52, pelo horário de Brasília, e será visível no Canadá, no Ártico, na Europa e na Rússia. Diferentemente do ocorrido em maio, que, por ser lunar, trouxe à tona crises e questões de relacionamentos, desta vez o fenômeno será solar, o que sugere situações que nos empurram para o futuro através da realização dos nossos propósitos.

Se no mês passado pudemos ter acesso a insights que aumentaram nossa consciência sobre o que sentimos e fechamentos de ciclos foram favorecidos, agora seremos desafiados com a necessidade de novos inícios, que podem trazer crises e tensões.

"Além de ser um eclipse total do Sol, que é mais intenso, acontece em Gêmeos, signo que carrega Mercúrio como regente. Porém, o planeta está retrógrado, colocando um peso maior em tudo", explica a astróloga Maria Eunice Sousa. Ela também revela que, por acontecer durante a retrogradação de Mercúrio, os efeitos do fenômeno podem demorar um pouco mais para se manifestar.

Tensões e transformações

A astróloga destaca que os eclipses sempre trazem algum tipo de tensão que nos permite caminhar ao encontro dos nossos propósitos e de novos começos. "Agora, por ser solar, o eclipse sugere um momento em que essa luz da consciência fica temporariamente turva e a gente precisa, consequentemente, ter mais atenção. É quando nossa qualidade instintiva fica mais acentuada e precisamos tomar cuidado com a reatividade."

Por acontecer em quadratura a Netuno, além de estar conjunto a Mercúrio retrógrado, o fenômeno também traz uma qualidade um pouco ilusória, que demanda cuidado extra com expectativas exageradas, ilusões e enganos. Racionalidade e intuição serão confrontadas e teremos de lidar com o fato de estarmos no presente, com a cabeça no futuro.

Maria Eunice conta que os signos mais tocados serão, em primeiro lugar, Gêmeos e Sagitário porque ambos os eclipses acontecem nesse eixo. Em segundo lugar, o outro eixo de signos mutáveis também será bastante afetado, no caso Virgem e Peixes. O assunto desafiado será a comunicação. É sempre importante, porém, ver no mapa astral como o acontecimento influenciará cada um de maneira individual.

Efeitos para o Brasil

No mapa astral de Brasília, o fenômeno acontece na casa 12, responsável pelas instituições de saúde e de isolamento, como hospitais. Por isso, mais uma vez o tema saúde será ativado pelos astros para o Brasil.

"O eclipse também destaca o enfraquecimento do poder executivo e dos acordos que estão sendo feitos nos bastidores. Pode representar um período confuso, de muitos equívocos e situações fantasiosas para o país. Sentiremos mais dificuldade para discernir o que é verdade do que não é", explica Maria Eunice.

A astróloga revela que o fenômeno pode trazer muitas notícias caóticas e desencontradas, além de situações midiáticas confusas. Também são esperados alvoroços nos setores de comércio e viagens, como o comércio exterior, por exemplo.

"No geral, o eclipse pede muito cuidado com questões relacionadas à comunicação e às ideias, especialmente no plano social. Já no plano midiático, devemos ter discernimento e buscar clareza no que diz respeito às notícias e situações que envolvem a saúde no Brasil", finaliza Maria Eunice.

Alto Astral