PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Quem tem pele sensível pode usar produtos com ácido? Especialistas contam

Pele sensível requer cuidados específicos - Getty Images
Pele sensível requer cuidados específicos Imagem: Getty Images

Isabella Marinelli

De Universa

09/06/2021 04h00

Não é novidade que cada tipo de pele exige uma série de cuidados específicos, mas eles redobram quando ela é sensível. Em geral, ela não só é mais seca, como também mais reativa e sujeita a irritações. Por isso, à primeira vista, os ácidos de tratamento não parecem uma boa ideia — culpa da suposição de que causam descamações e afins. O receio tem fundamento: se fortes demais, agridem. Entretanto, especialistas garantem que determinados tipos e porcentagens, associados ao jeito certo de montar a rotina de skincare, funcionam e fazem bem.

Pele sensível ou sensibilizada?

O primeiro passo é entender se esse potencial irritativo é uma característica ou uma condição passageira. "Pele sensível é aquela que por si só já vive irritada, descamando com facilidade, até mostrando alguns inchaços. Até o uso de maquiagens e bases pode não cair bem. Já a pele sensibilizada fica assim por consequência de um produto, geralmente ácido retinóico ou substâncias sensíveis aos raios UV", explica o dermatologista Abdo Salomão, de São Paulo.

Quem tem pele sensível pode usar ácidos?

Sim, porém os ácidos corretos. 'As peles mais sensíveis descamam com mais facilidade e podem ficar avermelhadas. Justamente por isso, existem ativos específicos para evitar estes transtornos', explica o expert.

Outro ponto importante está na frequência do uso. "Oriento conforme a tolerância — por exemplo, apenas três vezes na semana. Outra recomendação importante é hidratar a pele antes de aplicar uma camada do produto com ácido. Podemos ainda prescrever os precursores ou derivados, que são versões mais leves, para minimizar os efeitos adversos",afirma o dermatologista Daniel Cassiano, de São Paulo.

Comece com uma aplicação na semana e progrida conforme o rosto suportar. Em caso de irritação, suspenda o uso. A área dos olhos, bem como os cantinhos do nariz e da boca, devem ser evitados.

Ok, mas por que os ácidos são interessantes?

Eles não têm apenas o efeito de peeling em casa. São responsáveis por vários tipos de tratamento diferentes a depender do desejo e da necessidade.

"O ácido ascórbico, que é a vitamina C, possui ação antioxidante e iluminadora. Já o glicólico é renovador e atenua o envelhecimento celular. O ácido tranexâmico, por sua vez, é um uniformizador. Todos esses são interessantes. De forma geral, devemos evitar o ácido retinóico e a hidroquinona", diz Salomão.

O veículo do produto também ajuda — ganham pontos aqueles em fórmulas hidratantes e fáceis de espalhar.

Pele sensível: manual de uso

Os cremes e séruns de tratamento constituem apenas o finalzinho da rotina de beleza. Antes dele, vá de limpeza suave, sem o uso de esponjas ou buchas, com água morna a fria. ?Depois, borrife água termal?, indica Cassiano. Ela tem propriedades calmantes e hidratantes. Siga para o seu hidratante favorito. Se estiver de dia, evite os ácidos fotossensíveis e finalize com protetor solar mineral.

Beleza