PUBLICIDADE

Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Stalkeadas

Maisa faz 19 anos: 8 vezes em que ela foi feminista inspiradora na internet

Maisa compartilhou sequência de fotos no Instagram para celebrar 19 anos; nas redes, ela fala sobre feminismo - Pedro Pinho/Instagram @maisa
Maisa compartilhou sequência de fotos no Instagram para celebrar 19 anos; nas redes, ela fala sobre feminismo Imagem: Pedro Pinho/Instagram @maisa

Nathália Geraldo

De Universa

22/05/2021 12h35

Um ícone da internet, e que cresceu como apresentadora e atriz em frente às câmeras, Maisa Silva completa 19 anos neste sábado (22) — usou a data, inclusive, para publicar no Instagram uma sequência de fotos com um look vermelho incrível.

A "prima", como boa parte dos usuários das redes a chama por conta de uma brincadeira em que ela comenta nas fotos dos fãs como se fosse uma parente, é uma das vozes jovens que fazem questão de dividir ideias feministas com os seguidores: de comentários sobre as dificuldades de ser mulher a papos sobre sororidade, relacionamentos e sobre os julgamentos que figuras femininas recebem diariamente, na internet ou na "vida real".

No Instagram, as publicações alcançam um público de quase 38 milhões de pessoas; no Twitter, a "atriz, apresentadora, ex-cantora e prima de muita gente", como se descreve no perfil, é seguida por mais de 10 milhões de usuários. Ou seja, é muita gente lendo o que ela diz!

Está por fora desse perfil de Maisa? Universa lista 8 vezes em que ela deu o nome e nos inspirou a apoiar o feminismo com todas as forças.

Maisa, uma das vozes do feminismo na internet

maisa - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Maisa, atriz e apresentadora, cresceu em frente das câmeras; na internet, ela é uma das vozes jovens sobre feminismo
Imagem: Reprodução/Instagram

Quando ela nos incentivou à leitura

Maisa tinha 14 anos quando tuitou como seria legal se todas as mulheres pelo menos tivessem contato com um "textinho sobre feminismo" para saber sobre as correntes do movimento e conseguir opinar. Olha, "prima", a gente não poderia concordar mais com você — e ainda acrescentamos que vale a pena procurar livros escritos por mulheres, para fortalecermos a presença feminina na literatura.

E confirmou que precisamos ser "Girl Power" além das redes

Em 2018, Maisa entregou o milagre, mas não o santo, sobre quem usa os pensamentos feministas e valores como empatia e sororidade e continua julgando a aparência de outras mulheres na internet. Ela mesma disse que foi alvo de comentários sobre ter engordado ou sobre o tamanho de sua boca — e botou todo mundo para pensar sobre o que é ser feminista na prática.

Maisa deu aula quando disse que quem está do lado também ensina

maisa - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
A apresentadora contou que ser feminista também vem do exemplo das mulheres de sua família
Imagem: Reprodução/Instagram

A apresentadora também já contou em entrevista que aprendeu a valorizar sua voz em um mundo machista com as "mulheres batalhadoras" da família. Quantas vezes falamos sobre a luta coletiva das mulheres e esquecemos das que nos apoiam diariamente, como familiares, amigas, colegas de trabalho?

E foi direta quando falou sobre "Como ser uma boa esposa"

Colocando em xeque os estereótipos de "boa esposa", Maisa usou o Twitter para criticar alguns preceitos de submissão da mulher dentro dos relacionamentos. Ao ver a repercussão de uma mensagem que dizia que, para ser boa esposa, a mulher precisava ser feminina, aprender a cozinhar, cuidar do corpo, se depilar, ela mostrou que ninguém precisa se sentir presa a seguir cartilhas de comportamento: "Ame a pessoa. Pronto".

Nas redes, ela mostra que enfrentou machismo desde cedo

Como muitas de nós, Maisa divide com os seguidores alguns momentos que foi alvo de machismo, mas só reparou bem depois da experiência. Para ela, tudo ainda aconteceu quando era criança, como quando apareceu numa capa de revista falando que "estava solteira" aos 9 anos.

"Acho essa manchete triste pois mostra que desde pequena, a vida amorosa de uma mulher importa mais do que qualquer outra coisa", escreveu no Twitter sobre o episódio.

E que disputa feminina não tem espaço

Mais uma lição feminista para guardamos: a cobrança para mulheres terem uma "aparência perfeita" também vem da ideia de rivalidade que a sociedade machista coloca em nós. Foi o que ela destacou em uma entrevista ao Conexão Repórter, no SBT, em 2019.

É exatamente a questão da mulher objeto, de a mulher querer ser melhor que a outra mulher e não poder crescer junto com a outra mulher. Isso já faz parte do meu discurso, sempre falo sobre minhas opiniões, principalmente sobre empoderamento feminino.

Mais uma aula ao falar de sexualidade: "Meu corpo não é público"

Namorando Nicholas Arashiro, Maisa reclamou, e com razão, da pressão que sente para falar sobre a vida sexual nas redes sociais. "Eu acho muita falta de maturidade tratarem sexo como esse grande tabu e como se fosse algo errado, incomum. De repente é para alguns. Mas, mesmo assim, não sou obrigada a dar qualquer satisfação sobre a minha vida sexual / sexualidade para ninguém. É uma coisa que diz respeito a MIM. Eu sou uma figura pública, mas meu corpo não é", compartilhou com os seguidores.

Recado dado e que serve para todos os que perguntam sobre "os namoradinhos" ou vão ao perfil de mulheres nas redes para falar de sexualidade!

E o jeito que ela fala de menstruação: a naturalidade que queremos!

Falar com naturalidade sobre menstruação é uma das coisas mais fáceis para Maisa. Mesmo. Há uma enxurrada de tuítes dela comentando sobre o período menstrual sem nenhum tabu. Aqui, alguns exemplos para a gente também colocar o assunto na roda:

Um desejo? Que venham muitos aniversários da "prima" para aprendermos juntas sobre feminismo!

Stalkeadas