PUBLICIDADE

Topo

Universa

Vizinho que criticou roupas de jovem é investigado por crime contra honra

Ana Paula Benatti, de 22 anos, contou ter recebido carta anônima - Arquivo Pessoal
Ana Paula Benatti, de 22 anos, contou ter recebido carta anônima Imagem: Arquivo Pessoal

Colaboração para Universa, em São Paulo

13/05/2021 20h16

O vizinho que deixou uma carta anônima para uma jovem reclamando de sua roupa está sendo investigado por crime de honra. O caso aconteceu em Maringá, no Paraná. Ana Paula Benotti, 22, recebeu um bilhete que demandava que ela "tivesse pudor e decência de usar roupas adequadas nas dependências do condomínio".

"Tem equipe já na rua tentando verificar câmeras no imóvel em que ela mora, ver se há alguma testemunha. O que se tem até o momento, e a gente não descarta outras coisas, mas é o crime contra a honra", declarou Mateus Ganzer, delgado responsável pelo caso, à RPC, filial local da Rede Globo.

À emissora, Ana Paula contou que recebeu a mensagem seis dias após se mudar para o condomínio onde está morando atualmente.

"Comecei a chorar, entrei em pânico total. Senti nojo, repulsa da pessoa que fez isso comigo. Tinha acado de chegar do trabalho, cansada. Acabou comigo", enfatizou ela.

O recado que ela recebeu dizia: "A senhora não está tendo o respeito usando roupas vulgar (sic). Não sei de onde veio, mas aqui mora gente de família. Então, por favor, dá-se o respeito porque eu como homem e pai de família, fiquei com vergonha de estar com minha filha e a senhora quase nua lá fora. (...) Aqui não é zona. Respeite as famílias desse lugar".

A jovem postou a carta que recebeu em seu Facebook e acredita que que foi julgada por usar short e blusa.

"Se a intenção da pessoa buscava fazer eu desistir de morar no condomínio, conseguiu tirar minha paz somente naquele dia. Continuo indignada, mas quem me fez o mal foi ela. Independentemente do que eu vestir, deve ser respeitado. Estava com shortinho e blusinha, só isso", ressaltou ela.

"Eu sou uma mulher e sou livre,. Tenho direito de escolher o que vestir, o que fazer. Tenho que ser respeitada", desabafou Ana Paula à emissora.

Universa