PUBLICIDADE

Topo

Mulheres Pós 2020

Debates transmitidos por Universa sobre o impacto da pandemia na vida das mulheres


"A autonomia feminina retrocedeu na pandemia", diz Ana Paula Padrão

Ana Paula Padrão debaterá questões femininas em três dias de evento com líderes e pensadoras - Samuca Kim/Divulgação
Ana Paula Padrão debaterá questões femininas em três dias de evento com líderes e pensadoras Imagem: Samuca Kim/Divulgação

Isabella Marinelli

De Universa

27/04/2021 04h00

Habituada a viver cercada de uma grande equipe nos estúdios de televisão, a jornalista Ana Paula Padrão sentiu o baque na rotina ao se ver sozinha e diante de uma tela para se comunicar com seu público. As primeiras semanas de pandemia foram de readequação. "Senti muita aflição, ansiedade além da conta. Acalmei esse sentimento estabelecendo uma rotina para colocar essa energia da incapacidade de planejar, que todo mundo viveu, para não deixar que se transformasse em algo ruim, ansiedade da depressão, sabe?", conta.

Das angústias do início do isolamento e das trocas que vieram depois, nas lives e redes sociais, é que a jornalista começou a desenhar o Mulheres Pós 2020, que acontece a partir das 18h30 desta terça-feira, 27, até 29 de abril, com transmissão ao vivo de Universa. O evento contará com a participação de lideranças femininas globais, como a escritora italiana Silvia Federici, a cientista política chilena Pamela Figueroa, a pesquisadora brasileira Alessandra Devulsky em debates sobre os impactos da pandemia na vida das mulheres, passando por questões como saúde mental, racismo, equidade salarial, entre outros temas. (Confira a programação completa abaixo)

"Já fiz muitos eventos. De 2011 a 2015, fazia de dois a três por ano. Resolvi retomá-los neste ano de 2021, porque acredito em usar todos os espaços que posso para falar das mulheres que perderam muito. A autonomia feminina retrocedeu na pandemia", diz Ana Paula. "Todas nós perdemos muito, mas acho que os avanços com relação ao feminismo negro retrocederam, os avanços em relação à independência e à autonomia feminina retrocederam também."

O fato de todas nós precisarmos retomar o trabalho doméstico e focar as energias na economia do cuidado, que é um trabalho não-remunerado, faz com que tenhamos muito menos tempo e fôlego para carreira, lazer, projetos. Além disso, ainda temos o desemprego. As mais afetadas somos nós e precisamos olhar pelas mulheres que ficaram pelo caminho na pandemia

Ana Paula Padrão - Samuca Kim - Samuca Kim
Desemprego, fome e economia do cuidado serão alguns dos temas abordados por Ana Paula Padrão no evento Mulheres Pós 2020
Imagem: Samuca Kim

As várias inquietações que permearam todos os pensamentos de Ana Paula encontraram acolhimento e identificação em outras mulheres. Aquela sensação de "estamo juntas", "também tenho me preocupado com isso", bateu nos contatos que fez, na companhia da jornalista Lia Rizzo e do publicitário Cristiano Diniz, com as mais de 20 de líderes pensadoras que fazem parte do evento. "Não recebi nenhum não para os convites. Acho que as pessoas se entusiasmam com a possibilidade de verbalizar uma série de coisas que têm sentido. Tem uma questão técnica de agenda, então a negociação antecedência foi uma questão", relata.

O tema de cada mesa foi proposto de acordo com os assuntos mais urgentes, segundo a opinião dos curadores. Entre eles, desigualdade racial, educação, sustentabilidade, consumo e saúde mental estão no ordem do dia. "A ideia inicial era ter algum público presencial, com acompanhantes e outros convidados na plateia, mas rapidamente entendemos que seria inviável em razão da pandemia. Essa foi a parte mais difícil: não trabalhamos com um modelo pronto, pelo contrário, precisamos entender semana a semana em que fase estaríamos do plano de contingência para desenhar os próximos passos", revela Ana.

Ana Paula destaca ainda a parceria de Universa que fará a transmissão ao vivo do Mulheres Pós 2020. "Era um caminho óbvio, pois se trata de um canal que se dispõe a discutir questões que são muito urgentes para a mulher e de uma maneira muito plural. Em Universa você lê sobre política, sexo, beleza para todas as idades. Tem discussões sobre urgências no mercado de trabalho. É um posicionamento muito próximo ao nosso, no evento. Quando conversamos, não teve arestas. Foi muito bem fluido. Deu match", lembra.

Passado o Mulheres Pós 2020, Ana Paula voltará a se concentrar nas gravações do MasterChef, que vai ao ar no segundo semestre. As dinâmicas devem começar entre o final de maio e o começo de junho. "Será uma edição como a dos anos anteriores ao isolamento. Começamos com um monte de gente e através da triagem, eliminamos um por episódio, até termos um grande vencedor no final do programa. Desta vez, temos uma chefe nova no pedaço [a gaúcha Helena Rizzo]. Acredito que vai ter química! Nos testes, já teve, mas vou esperar gravar para ver como vai ser", finaliza.

Confira a programação completa do Mulheres Pós 2020

Hoje, a partir das 18h30

Painel 1: "Estamos finalmente falando sobre justiça racial"
Convidadas: Alessandra Devulsky (advogada e pesquisadora), Júlia Rocha (médica e escritora), Marta Rodriguez de Assis (Prof da FGV Direito SP e pesquisadora do Afro/Cebrap)
Mediadora: Cynthia Martins (jornalista)

Painel 2: "Justiça Racial nas empresas: caminhos necessários e efetivos"
Convidadas: Jandaraci Araújo (Gerente de desenvolvimento sustentável do Santander Brasil), Sheila de Oliveira (advogada de Direitos Humanos) e Mafoane Odara (psicóloga e consultora de Diversidade & Inclusão)
Mediadora: Luciana Barreto (jornalista)

Palestra: Luiza Helena Trajano (Pres do Conselho de Administração do Magazine Luiza e Presidente do Mulheres do Brasil )

Show: Ju Moraes

Quarta, 28/04

Entrevista: Stefania Giannini (Diretora-Geral da Unesco para Educação), por Joice Berth

Painel 1: "Pandemia, um colapso na educação e por que as principais vítimas são as mulheres"
Convidadas: Luanda Moraes (Reitora da UEZO - Universidade Estadual da Zona Oeste do RJ) Lourdes Atié (socióloga) e Priscila Cruz (Presidente do Todos pela Educação)
Mediadora: Deh Bastos (comunicadora)

Entrevista: Grazielle Parenti (VP Global de Rel. Inst. e Sust. - BRF), por Ana Paula Padrão

Painel 2: "A saudável pressão por investimentos mais sustentáveis e diversos" com Andrea Quintana (Ger de Mkt e Inovação - Irani), Grazielle Parenti (VP Global de Rel. Inst. e Sust. - BRF) e Mariana Oiticica (Head ESG - BTG Pactual)
Mediadora: Tatiana Schibuola (Gerente-geral de marcas editoriais do UOL)

Painel 3: "Mudanças no consumo: uma janela para um mundo mais sustentável"
Convidadas: Erica Migales (Dir Mkt e Trade Mkt - Danone), Cintia Gonçalves (Founder da Wiz&Watchers) e Marcella Kanner (Dir Mkt - Riachuelo)
Mediadora: Claudia Lima (jornalista)

Quinta, 29/04

Painel 1: "Um burnout mundial: como evitar a epidemia do esgotamento mental"
Convidadas: Camila Almeida (Dir Pessoas - Azul), Mariana Holanda (Dir Saúde Mental - AMBEV) e Viviane Elias Moreira (Ger Resiliência Corporativa - United Health)
Mediadora: Maíra Liguori (jornalista)

Entrevista: Marília Rocca (CEO Grupo Hinode), por Ana Paula Padrão

Painel 2: "O Papel Decisivo das Empresas para Devolver Oportunidades e Autonomia às Mulheres"
Convidadas: Ana Fontes (CEO da Rede Mulher Empreendedora), Crisciane Rodrigues (Pres Comitê Líderes Grupo Hinode) e Flavia Schlesinger (VP Finanças Pepsico)
Mediadora: Dolores Orosco (Editora-chefe de Universa)

Palestra: Pamela Figueroa (cientista política - Chile)

Painel 3: "Mulheres pós 2020: como resgatar aquelas que estão ficando pelo caminho"
Convidadas: Flavia Rodrigues (Pres Comitê Mulheres Paraisópolis), Ilona Szabó (Pres Instituto Igarapé) e Paula Tavares (Advogada e Especialista Banco Mundial)
Mediadora: Joyce Ribeiro (jornalista)

Entrevista: Silvia Federici (escritora e filósofa), por Lia Rizzo (jornalista)