PUBLICIDADE

Topo

Direitos da mulher

Oscar 2021: por que premiação pode ser histórica para mulheres no cinema?

Viola Davis ganhou o Oscar em 2016; ela é a mulher negra recordista em indicações - Getty Images
Viola Davis ganhou o Oscar em 2016; ela é a mulher negra recordista em indicações Imagem: Getty Images

Mariana Gonzalez

De Universa, em São Paulo

24/04/2021 14h23

No ano passado, quando cruzou o tapete vermelho do Oscar, Natalie Portman usava uma capa preta com os nomes de mulheres que poderiam ter sido indicadas à categoria de "melhor direção" em 2020, mas não foram: Lorene Scafaria, Lulu Wang, Greta Gerwig, Mati Diop, Marielle Heller, Melina Matsoukas, Alma Har'el e Céline Sciamma.

Essa não foi a primeira e nem a única manifestação contrária à desigualdade de gênero na premiação nos últimos anos, afinal, em 92 anos de Oscar, apenas 28 mulheres foram premiadas nas principais categorias. Mas a Academia parece interessada em mudar esse cenário, e prova disso são as indicações deste ano: pela primeira vez, duas mulheres concorrem à categoria de "melhor direção", e duas mulheres negras estão indicadas para "melhor atriz".

Entenda estes e outros motivos que podem fazer do Oscar deste ano um momento histórico para a história das mulheres no cinema:

Pela primeira vez, duas mulheres concorrem à melhor direção

Chloé Zhao, de "Nomaland", e Emerald Fennell, de "Bela vingança", podem levar a estatueta de uma das principais categorias do Oscar. A indicação de duas mulheres entre os cinco nomeados não é só inédita, mas representa um enorme avanço em relação a anos anteriores — até agora, apenas cinco tinham sido nomeadas e só uma foi vencedora: Kathryn Bigelow, por "Guerra ao terror", em 2010.

Emerald Fennell, diretora de "Bela vingança", é uma dos cinco indicados à categoria "melhor direção" - Getty Images - Getty Images
Emerald Fennell, diretora de "Bela vingança", é uma dos cinco indicados à categoria "melhor direção"
Imagem: Getty Images

Primeira mulher chinesa indicada a melhor direção

Chloé Zhao, de "Nomaland", é a primeira chinesa nomeada à categoria. Ela também foi a primeira chinesa indicada por melhor direção no Globo de Ouro e saiu vencedora na premiação, que aconteceu em fevereiro.

A diretora Chloé Zhao é a primeira mulher chinesa indicada a "melhor direção", por "Nomaland" - CHARLY TRIBALLEAU/AFP - CHARLY TRIBALLEAU/AFP
A diretora Chloé Zhao é a primeira mulher chinesa indicada a "melhor direção", por "Nomaland"
Imagem: CHARLY TRIBALLEAU/AFP

Pela primeira vez, duas mulheres negras são indicadas a "melhor atriz"

Viola Davis foi indicada por "A Voz Suprema do Blues" e Andra Day por "Estados Unidos Vs. Billie Holiday" — essa é a primeira vez que duas mulheres negras podem levar a estatueta de "melhor atriz" no Oscar.

Andra Day como Billie Holiday, em "Estados Unidos vc Billie Holiday"; ela concorre à estatueta de "melhor atriz" - Reprodução - Reprodução
Andra Day como Billie Holiday, em "Estados Unidos vc Billie Holiday"; ela concorre à estatueta de "melhor atriz"
Imagem: Reprodução

Viola Davis se torna a mulher negra mais indicada ao Oscar

A atriz, que dessa vez foi indicada a "melhor atriz" por sua atuação em "A Voz Suprema do Blues", chegou à quarta indicação da carreira. Até agora, ela dividia o marco de três indicações com Octavia Spencer, mas a indicação neste ano transformou Viola na atriz negra com maior número de indicações à premiação.

Viola Davis chegou à quarta indicação da carreira e é, agora, a mulher negra mais indicada ao Oscar - Angela Weiss/AFP - Angela Weiss/AFP
Viola Davis chegou à quarta indicação da carreira e é, agora, a mulher negra mais indicada ao Oscar
Imagem: Angela Weiss/AFP

Direitos da mulher