PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

4 filmes e séries para conhecer histórias trans da ficção e da vida real

Elenco da série "Pose", da Netflix; produção mostra a vida de mulheres trans em Nova York nos anos 1980 e 1990 - FX
Elenco da série "Pose", da Netflix; produção mostra a vida de mulheres trans em Nova York nos anos 1980 e 1990 Imagem: FX

Mariana Gonzalez

De Universa, em São Paulo

31/03/2021 17h02

Hoje é o Dia Internacional da Visibilidade Trans — o marco também é celebrado em 29 de janeiro, mas apenas em território nacional.

Embora o T da sigla LGBTQIA+ ainda seja pouco representado nas produções audiovisuais, há boas séries, filmes e documentários disponíveis no streaming que contam histórias de pessoas trans, seja na ficção ou na vida real. Universa indica quatro:

Pose

Na Nova York da virada da década de 1980 para 1990, um grupo de gays e mulheres trans — a maioria negros e latinos, expulsos de casa por homofobia ou transfobia — formam famílias e competem entre si em bailes de performance. Entram na trama a prostituição, a luta contra o HIV e a violência contra pessoas trans. Disponível na Netflix.

Pose - Divulgação - Divulgação
Em "Pose", entram na trama a prostituição, a luta contra o HIV e a violência contra pessoas trans
Imagem: Divulgação

A Morte e Vida de Marsha P. Johnson

O documentário mostra o legado político deixado pela ativista Marsha P. Johnson, mulher trans que nos anos 1970 deixou de ser uma figura relevante apenas no subúrbio de Nova York para se tornar uma personalidade da TV. Marsha ajudou a fundar o grupo de ativistas trans Transvestites Action Revolutionaries e é conhecida até hoje como a Rosa Paks da luta LGBTQIA+. Disponível na Netflix.

Até hoje, a ativista Marsha P. Johnson é conhecida como a Rosa Paks da luta LGBTQIA+ - Divulgação/Netflix  - Divulgação/Netflix
Até hoje, a ativista transexual Marsha P. Johnson é conhecida como a Rosa Paks da luta LGBTQIA+
Imagem: Divulgação/Netflix

Alice Júnior

Em Alice Júnior, filme brasileiro da Netflix, uma adolescente tem que mudar de escola e de cidade e fazer novas amizades — típico roteiro de filme teen, mas, aqui, ganha outro contorno porque a protagonista é uma menina trans. Além de se adaptar à nova realidade, Alice enfrenta os preconceitos de uma cidade mais conservadora. Disponível na Netflix.

"Alice Júnior" tem um enredo típico de filem adolescente, mas ganha outro contorno ao apresentar uma protagonista trans - Divulgação - Divulgação
"Alice Júnior" tem um enredo típico de filme adolescente, mas ganha outro contorno ao apresentar uma protagonista trans
Imagem: Divulgação

Bixa Travesty

O documentário acompanha a vida pessoal e profissional da cantora e performer Linn da Quebrada, intercalando cenas do dia a dia dela em casa, reflexões políticas e apresentações dela por São Paulo. Disponível no YouTube e no Google Play.

O documentário intercala cenas do dia a dia de Linn da Quebrada em casa, reflexões políticas e apresentações da cantora - Divulgação - Divulgação
O documentário intercala cenas do dia a dia de Linn da Quebrada em casa, reflexões políticas e apresentações
Imagem: Divulgação

Diversidade