PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Siga essas 10 metas para ter uma vida sexual incrível em 2021

Explorar o clitóris e vencer tabus estão entre as dicas do especialistas para um vida sexual mais satisfatória - filadendron/Getty Images/iStockphoto
Explorar o clitóris e vencer tabus estão entre as dicas do especialistas para um vida sexual mais satisfatória Imagem: filadendron/Getty Images/iStockphoto

Heloisa Noronha

Colaboração para Universa

07/01/2021 04h00

Parar de fumar, fazer mais exercícios físicos, se alimentar melhor e... ter mais prazer sexual, por que não? A gente faz listinha de resolução de Ano-Novo para muita coisa na vida - e por que não uma inteira dedicada ao sexo?

Universa conversou com especialistas e lista atitudes e mudanças de hábito simples, você vai conseguir ter momentos maravilhosos - sozinha ou acompanhada - esse ano.

1. Oferecer a vulva para sexo oral. Insegurança, vergonha ou até falta de iniciativa do par não devem ser empecilhos para que qualquer mulher obtenha sexo oral, ainda mais porque as carícias localizadas no clitóris são, em geral, um caminheiro certeiro para o orgasmo. Homens não têm vergonha de pedir que chupem seu pênis - inclusive, alguns até são meio grosseiros ao empurrar a cabeça da parceira para o "alvo" -, então por que não sugerir ou pedir diretamente?

2. Manter as consultas com o ginecologista em dia. Pode apostar: todo mundo que tem uma vida sexual produtiva e saudável faz os exames de rotina direitinho e, no consultório, abre o jogo com o médico sobre hábitos, desejos e dúvidas.

3. Vencer um tabu. Não precisa se sentir obrigada a fazer nada do que não queira na cama apenas para cumprir tabela ou para bancar a empoderada. No entanto, se existe algo em seu íntimo que gostaria de vivenciar pelo menos uma vez na vida, reflita o quanto colocar essa experiência em prática é importante para você e o quanto estaria disposta a concretizá-la. Tudo bem se a realidade não corresponder às expectativas, mas pelo menos você ousou provar.

4. Experimentar um sex toy novo. As novidades não param de chegar nos sites e nas prateleiras das sex shops. Há opções para todos os gostos, desejos e bolsos, então por que não testar algum brinquedinho novo que possa lhe trazer prazeres nunca antes vivenciados? E mais: por conta do distanciamento social imposto pela pandemia de covid-19 em 2020, as empresas se empenharam em produzir e lançar itens específicos para as mulheres - inclusive alguns têm como objetivo não só proporcionar orgasmos fantásticos, mas também cuidar da sua saúde sexual.

5. Se livrar de padrões repressores. Mulher não faz isso, mulher não faz aquilo... Em 2021, crenças limitantes sobre gênero já deveriam estar enterradas, mas a sociedade machista ainda perpetua algumas. Outras, infelizmente, são fruto de uma educação repressora e conversadora na infância e podem causar um estrago enorme na vida sexual de mulheres adultas se elas continuarem a darem ouvidos a essas vozes do passado. Aproprie-se do seu corpo e do seu prazer esse ano e saiba que aquilo que a faz feliz, é consensual e não fere o bem-estar de ninguém não oferece risco algum nem determina o caráter de ninguém.

6. Abrir o jogo sobre desejos e fantasias. Se a mulher não comunica o que espera do sexo, dificilmente o outro vai adivinhar. Mesmo porque o silêncio pode ser interpretado como um sinal de que tudo está maravilhoso e de que o par está satisfazendo suas necessidades. Se você anseia por alguma posição diferente ou quer colocar em prática alguma fantasia, diga com toda as palavras em vez de ficar esperando que alguém "capte" as vibrações.

7. Pontuar se algo não estiver legal na cama. Da mesma maneira que falar o que quer é fundamental para desfrutar de uma vida sexual incrível em 2021, comunicar aquilo que não quer também é essencial. Se uma carícia a desagrada, se determinada posição a machuca ou se não compartilha a mesma fantasia do parceiro, você precisa dizer. Em se tratando de sexo, para a química entre um casal funcionar é necessário que os dois estejam na mesma sintonia. Se você ignorar aquilo que a incomoda, dificilmente vai se livrar da ansiedade que permeia seus pensamentos toda vez que vai transar. Fale, pois as conversas sobre sexo ajudam a aumentar o vínculo e a conexão entre o casal. Se o outro não topar ou não se mostrar disposto a pelo menos negociar, talvez seja a hora de repensar os rumos da própria relação.

8. Não se cobrar gozar sempre Ficar, desde o comecinho das preliminares, tensa e preocupada com a possibilidade de atingir ou não o clímax é um processo de sabotagem do próprio prazer. Primeiro, porque você não se mantém 100% presente ali no momento, o que dificulta bastante o relaxamento e a entrega necessários à excitação. E, segundo, porque deixa de aproveitar os beijos, os carinhos, os toques, o contato pele com pele, etc., ou seja, tudo aquilo que torna o sexo tão gostoso, independentemente de gozar ou não ao final.

9. Explorar o clitóris: Mais do que manipular a "cabecinha" para atingir o orgasmo, há toda uma gama de estímulos que você pode dedicar ao clitóris. Ele tem cerca de 8 mil terminações e nervosas e boa parte de sua estrutura é interna, ou seja, existem muitos pontos que podem e devem ser investigados: as laterais e a parte escondida sob os grandes lábios são duas dicas.

10. Pensar muito em sexo: Isso pode ser feito de várias maneiras: ouvindo música, relembrando momentos sexuais que já viveu, através de aromas, ouvindo podcasts de conteúdo erótico, elaborando as sacanagens que vai mandar na mensagem para o crush... Ao pesar em sexo, você fica mais predisposta e preparada ao prazer - experimente antes de uma noite que promete ser quente! - e mais criativa, o que pode contribuir bastante para o seu repertório na cama.

Fontes consultadas: Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga, consultora do site C-Date e fundadora da ABS
(Associação Brasileira de Sexualidade); Danni Cardillo, sexóloga, do Rio de Janeiro (RJ), e Tatiana Presser, psicóloga, sexóloga e autora do livro "Vem transar comigo" (Ed. Rocco).

Sexo