PUBLICIDADE

Topo

O Papa rege 2021 no Tarô: saiba o que significa isso na sua vida na prática

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

30/12/2020 04h00

A cada começo de ano podemos contar com os arquétipos do Tarô para decifrar as energias que iremos enfrentar e também para aprender a melhor maneira de lidar com cada uma delas.

Para descobrir qual carta vai reger o ano de 2021, basta somar os algarismos 2 + 0 + 2 + 1. Com isso, chegamos ao número 5, que tem como correspondente no Tarô a carta O Papa, também conhecida como O Sacerdote.

 "O Papa", carta de Tarô que representa a conexão com o divino e a sabedoria que vem através da maturidade - reprodução - reprodução
"O Papa", carta de Tarô que representa a conexão com o divino e a sabedoria que vem através da maturidade
Imagem: reprodução

O Tarô é um oráculo poderosíssimo, capaz de fazer com que possamos enxergar questões do passado e do presente com mais clareza. Além disso, consultar as cartas é uma forma de dar uma espiadinha no futuro e estar preparado para o que está vindo por aí", conta Brendan Orin, tarólogo e astrólogo do Astrocentro.

Ele explica que O Papa é visto como a "versão masculina" de A Sacerdotisa, ou Papisa. A figura, de arcano maior, representa a conexão com o divino e a sabedoria que vem através da maturidade. Afinal, em diversas tradições religiosas, um sacerdote é aquele que tem a responsabilidade de conectar o plano divino com o plano físico, além de transmitir todo o conhecimento teórico e prático sobre a fé.

"Temos a representação de uma figura religiosa em um trono, enquanto outras duas figuras o observam. O dever de O Papa é transmitir seu conhecimento espiritual para os dois aprendizes, como em um ritual de passagem. As cores de suas vestes são vermelho, azul e branco, que representam os três mundos regidos pela carta: o subconsciente, o consciente e o superconsciente".

Hora de buscar a fé e a tradição

Outro simbolismo importante a destacar no desenho da carta é a mão direita do Papa, que está em posição de bênção. Podemos esperar, portanto, uma ligação espiritual mais forte para 2021? Segundo Brendan, sim. Afinal, a figura indica a necessidade de buscar conhecimentos não só espirituais, mas de vida. Além, é claro, de compartilhar o que sabemos e já vivenciamos.

"Por ser uma figura ligada às tradições, ela aponta para a tendência de continuarmos vivendo em um caminho mais ortodoxo, sem tantas invenções ou riscos. Práticas mais tradicionais e os conhecimentos dos que são mais vividos estarão totalmente em destaque em 2021", aponta o tarólogo, que reforça que a busca pelo conhecimento terá um grande papel no ano.

Astrologia e Tarô apontam: nova era

Em dezembro de 2020, vivemos uma conjunção astrológica histórica com Saturno e Júpiter em Aquário. Yara Vieira, astróloga do Astrocentro, explica que na astrologia, Júpiter e Saturno são planetas sociais. Isso quer dizer que eles influenciam bastante a maneira como as pessoas se relacionam e aprendem. "Basicamente, são planetas capazes de dizer a forma como cada ser humano lida com o conhecimento."

Para Yara, sabendo da magnitude deste evento e também relacionando com a carta regente do ano, podemos dizer que este será um momento de ser, conhecer e saber. "O Papa é uma carta que fala sobre as responsabilidades e sobre como colocar as coisas em ordem. Saturno, por sua vez, é um planeta que ajudará bastante na hora de organizar a vida e colocar em prática o desenvolvimento dos nossos sonhos", diz.

Júpiter não fica de fora da equação. O planeta, conta a astróloga, também é bastante ligado ao arquétipo de O Papa, principalmente quando o assunto é a elevação de espiritualidade proposta pela figura. Sendo assim, a conjunção entre os dois planetas em Aquário intensificará ainda mais esse lado espiritual na vida das pessoas.

Intensificando a fé

Yara acredita que 2021 será um momento de grande foco na vida espiritual e também religiosa, em um sentido de instituições. A previsão para os religiosos é de uma onda de devoção extremamente forte, que promete conforto para viver o ano de maneira mais tranquila.

"Já aqueles que não possuem nenhuma religião, sentirão uma necessidade de se conectar com algo. Alguns irão focar na natureza, outros vão tentar entender o eu interior, mas todos estarão procurando por resposta de alguma maneira. Estaremos todos em busca de um guia para nos ajudar a encontrar a paz e o equilíbrio", prevê Yara.

É possível, até mesmo, que as pessoas desapeguem um pouco da vida material e se voltem mais à espiritualidade. No entanto, é indicado tomar cuidado com o fanatismo que ignora a realidade alheia.