PUBLICIDADE

Topo

Moda

Biquíni de lacinho que nada! Verão 2021 será das amarrações fetichistas

Bruna Marquezine: técnica da amarração até para o maiô - Reprodução Instagram
Bruna Marquezine: técnica da amarração até para o maiô Imagem: Reprodução Instagram

Aline Fava

Colaboração para Universa

29/12/2020 04h30

É provável que você já tenha reparado que há uma tendência rolando entre os biquínis escolhidos pelas influenciadoras nas redes sociais. Estamos falando do modelo cortininha repaginado com várias tirinhas transpassadas, que tem um leve perfume fetichista e que permitem os mais variados tipos de amarrações.

Uma das embaixadoras dessa tendência é a atriz americana Emily Ratajkowski. O top cortininha com alcinhas bem compridas é um dos mais vendidos de sua marca de moda praia, a Inamorata, que já conquistou clientes famosas como Bruna Marquezine e as irmãs Kardashian-Jenner.

A evolução das tiras

Destaque também nas sandálias e amarrações de blusas e vestidos, as tiras não são uma tendência de agora na moda praia, como explica Amanda Mujica, pesquisadora especialista em Beachwear do Criável, bureau que atua em pesquisa e consultoria de estilo com foco no desenvolvimento sustentável.

Um maiô cheio de tiras e as tiras na lateral da hot pant já são uma tendência de um tempo atrás. Só que agora, ao invés de ter tiras pré-estabelecidas e determinadas no biquíni, foi feita uma tira bem comprida e democrática, para ser amarrada como a mulher quiser.

E como fica o bronzeado?

A peça é daquelas que nos faz ficar com a dúvida: "E como fica a marquinha desse biquíni?". Para Amanda, o fato de as pessoas estarem se protegendo mais da exposição solar explica. "Aquela necessidade de ir à praia com um biquíni para ficar com a marquinha está cada vez menor. As pessoas estão mais consciente de que sol demais faz mal para a pele", defende a pesquisadora. "Isso é bom, pois permite que elas possam ousar mais no que vão usar, como amarrar o biquíni de várias maneiras diferentes."

Esse comportamento de consciência de que o excesso de exposição ao sol pode causar danos à saúde também explica o surgimento de tantos shapes na moda praia.

Antigamente, se lançava um cortininha, um tomara-que-caia e não tinha toda essa variedade de shapes que a moda praia proporciona hoje. Sem a ideia de pegar tanto sol, dá para usar peças mais criativas

Como desvantagem do modelo, Amanda cita o conforto, questão essencial para as escolhas fashion de muita gente: "Eu, particularmente, acho que uma coisa tão amarrada assim no corpo não parece confortável e nem esteticamente bonita também. Eu vejo isso mais como uma coisa conceitual, instagramável".

Para quem também não curte a ideia das várias amarrações, ela dá outras dicas de tendência para ficar de olho nos lançamentos de beachwear. "Modelos lisos, seja eles basicões ou brincando com recursos de color block. Um shape que veio para ficar foi a hot pant, principalmente a opção dupla face que você pode dobrar", diz Aamanda.

Destaque também para peças híbridas, como os tops que você pode usar não só na praia, mas também para sair ou como uma lingerie. "Também vejo como tendência muito forte o uso de bases ecologicamente corretas, com materiais que são sustentáveis. Acho que essa é uma preocupação em todas as cadeias da moda, em todos os setores, inclusive na moda praia."

Moda