PUBLICIDADE

Topo

Moda

Estilo soft girl: tendência do TikTok revela moda suave e bem menininha

A atriz de musicais Vicki Mendes - Arquivo pessoal
A atriz de musicais Vicki Mendes Imagem: Arquivo pessoal

Jéssica Arruda

Colaboração para Universa

07/12/2020 04h00

Basta uma busca rápida pelo TikTok para encontrar nada menos que 721 milhões de visualizações com a hashtag #softgirl. E nos vídeos da plataforma tem de tudo: de influenciadoras ensinando a fazer sardas falsas com maquiagem até visual com cara de boneca inspirado no universo anime.

Foi assim que o estilo soft girl viralizou nas redes sociais e conquistou adeptas em todo o mundo. Meninas e mulheres se identificaram com a proposta "girlie", transformando looks, acessórios e maquiagem ultra-femininas em uma tendência que já transcende as redes sociais. Uma mistura de influências que lembra as antigas "baby girls" do Tumblr ao mesmo tempo em que traz inspirações do estilo de música k-pop coreano.

"O TikTok se mostrou o principal meio de divulgação da nova onda. Dessa forma, se tornaram populares os vídeos no qual meninas 'comuns' ganham um novo visual e uma nova personalidade. Olhando o comportamento das soft girls, elas mostram uma estética mais romântica, suavizando o dia a dia e usando esse estilo para pregar o seu modelo de liberdade", diz Fátima Bana, especialista em inovação do comportamento de compra na web.

Estilo soft girl: o que é?

Soft girl faz parte de um movimento de comportamento e estilo das redes sociais conhecido como Aesthetic Girls, que se popularizou no TikTok e, claro, no Instagram nos últimos meses. Também fazem parte destes novos conceitos da internet as e-girls, com seus looks escuros e maquiagem pesada. Assim como a VSCO girls, com visual descontraído inspirado no app de edição de fotos de mesmo nome.

Aos 24 anos, a atriz de musicais Vicki Mendes é frequentadora assídua do TikTok. Não costuma fazer postagens, mas busca referências para criar looks dentro da estética soft girl. Cada detalhe no visual é bem pensado antes de sair de casa: roupas e acessórios com candy colors, estampas fofas e peças bem femininas compõem seus looks. Tudo bem ao estilo Aegyo, termo coreano para identificar um comportamento doce, delicado e gracioso.

"Eu me importo muito com o conceito da roupa. Procuro sempre me vestir de forma divertida e fofa, por isso, não pode faltar pelo menos uma peça rosa", conta a paulistana que atualmente mora em Praia Grande (SP). "Acho que o termo soft girl define bem a estética que eu sigo, apesar de não gostar muito de rótulos", completa.

Vicki define seu estilo soft girl como uma combinação divertida da cantora Doja Cat e da socialite Paris Hilton. Fã de J-Hope, do BTS, e de desenhos fofos, como My Melody, por exemplo, a atriz acredita que a música coreana e personagens de anime também influenciam diretamente seus looks do dia a dia. Assim como seu visual marcante, com cabelo rosa chiclete. "Comecei també ma introduzir o roxo no meu guarda-roupa por ser a cor oficial dos fãs do BTS."

Soft girls em roupas e acessórios

No closet de Vicki e das soft girls não faltam vestidos, saias e cardigãs. Peças românticas em uma cartela de cores em tons pastéis. O "soft" está relacionado a uma estética que aposta em roupas e acessórios suaves, com uma pegada bem menininha. Já o "girl" não deixa de lado os clichês do universo girlie, do uso de tic-tac e scrunchies de cabelo até prints de lacinhos, cereja e arco-íris.

"Gosto muito dessa estética e uso bastante no dia a dia, um estilo mais leve e delicado", diz Maria Vitória Batista, de Foz do Iguaçu (PR). Aos 16 anos, a modelo se identifica com o estilo soft girl pela palheta de cores e também pelo estilo das peças que muitas vezes fazem referência ao início dos anos 2000. "Normalmente uso mom jeans, cardigãs, croppeds polo, bolsas baguetes, vestidos levinhos e floridos", descreve.

Para a estilista e professora do curso de moda do Unisal Thailis Domingues, outra característica da moda soft girl é o uso de roupas larguinhas. Tal qual a calça mom jeans favorita de Maria Vitória. "Macacões, moletons, maquiagens com desenhos. Estes itens são bastante influenciados pelo k-pop", afirma. No entanto, para não escorregar no look, especialmente entre mulheres adultas, é preciso "quebrar" o estilo com peças mais dramáticas e urbanas. A dica da especialista é utilizar acessórios do estilo soft girl combinados com peças mais casuais para não deixar o visual infantilizado além da conta.

Make soft e romântico

Maria Vitória diz que sua maquiagem é bem leve e prática. Delicada, porém com detalhes como sardas fake e boca desenhada. Já Vicki Mendes usa cílios postiços e abusa do blush rosa.

Na prática, a ideia do make soft girl remete às características de uma boneca. A proposta da maquiagem está na pele iluminada e boca com brilho acentuado. Ao mesmo tempo em que traz aplicações de desenhos, como emojis, corações e nuvens, e até sombras coloridas.

Para Filipi Goschrman, maquiador e consultor de tendências da Glox.Me, as referências de maquiagem das soft girls apresentam, ainda, um pouco da estética dos anos 80. "Um dos grandes destaques desta maquiagem é a pele em efeito natural, mas com iluminador bem aparente, contrastando com as cores geralmente em tons pastéis para garantir ainda mais o efeito de feminilidade e suavidade. Outro ponto importante é o blush aplicado em faixa, efeito mais corado e marcado", destaca.

Moda