PUBLICIDADE

Topo

Carreira e finanças

Boca Rosa bate recorde de venda com batons: quais os segredos da marca?

Bianca Andrade comemorou nas redes sociais o recorde de vendas do seu lançamento - TodaTeen
Bianca Andrade comemorou nas redes sociais o recorde de vendas do seu lançamento Imagem: TodaTeen

Ana Bardella

De Universa

18/11/2020 18h20

A empresária e influenciadora Bianca Andrade lançou há cinco dias mais produtos da sua marca de maquiagens. Os queridinhos da vez são batons vermelhos, em três tonalidades diferentes, que fazem parte da linha "Beijo de Judas", da Boca Rosa Beauty by Payot. Eles são vendidos separadamente a R$ 36,90 ou em um kit completo, por R$ 99,90.

Desde antes do lançamento, o Instagram de Bianca, no qual ela tem mais de 13 milhões de seguidores, foi milimetricamente preparado para ações de marketing. Desde o dia 7 de novembro, a influenciadora só posta no feed imagens de si mesma usando batons e esmaltes vermelhos. Ela também fez uma foto na companhia de quatro ex-participantes do BBB 20, todas usando calcinha, sutiã e batom vermelhos. No Twitter, Bianca mudou o nome de "Boca Rosa" para "Boca Vermelha".

Para completar, a estreia dos produtos veio acompanhada de uma parceria com a cantora Carol Biazin, que lançou, simultaneamente, uma música com o mesmo nome da linha.

As ações renderam resultados rápidos: em pouco tempo, os kits contendo as três cores dos batons já tinham se esgotado no site — e seguem indisponíveis para a venda. No dia seguinte ao lançamento, a influenciadora comemorou através de um post: "Kits esgotados em meia hora. Mais um recorde de vendas", agradecendo ao público.

Quais os segredos de Bianca?

Tathiane Deândhela, empresária, especialista em produtividade e palestrante, lista algumas das principais características de Bianca Andrade na carreira e ensina como adaptá-las ao dia a dia, para melhorar o desempenho como empreendedora:

1. Planejamento estratégico

Bianca segue nas redes sociais um calendário pensado com muita antecedência para o seu negócio, estabelecendo metas claras sobre o que deseja alcançar. "Esse ponto é fundamental, pois só através do planejamento é que as pessoas se tornam mais produtivas. Quem 'deixa a vida levar' pode acabar perdendo muitas e boas oportunidades ao longo do caminho", opina. Na visão da profissional, uma das melhores atitudes para aqueles que trabalham com vendas é usar a criatividade. "É claro que a economia, a política e as situações externas nos geram preocupação. Mas o ideal é não ficarmos refém desses fatores e colocarmos boas ideias em prática".

2. Flexibidade

Ainda que exista um cronograma a ser seguido, Bianca sabe também se adaptar às situações surgem ao longo do caminho. Em entrevista à Forbes Brasil, contou que, assim que saiu do BBB, precisou rever as estratégias de venda dos seus produtos, uma vez que o mundo estava diferente. A maior parte das embalagens das suas maquiagens eram pensadas para se destacar nas prateleiras das lojas, porém, com a quarentena, as vendas passaram a acontecer online. E coube à Bianca repensar o conteúdo digital a fim de não ser prejudicada. "Planejamento não é o mesmo que ficar engessado. Em exemplos como este, é preciso saber agir rápido e não insistir em estratégias que não demonstram resultado. Quem se adequa mais rápido, lucra mais", relembra Tathiane.

3. Uso consciente das redes sociais

A influenciadora conquistou, ao longo do tempo, uma legião de fãs. No entanto, mesmo empreendedores com um número baixo de seguidores nas redes podem trabalhar nela para gerar mais engajamento e, consequentemente, aumentar as vendas. "Muita gente fica presa às técnicas e não consegue se destacar. É preciso lembrar que as redes sociais são lugares onde o foco principal é se relacionar e se conectar. É fundamental, por exemplo, ter interação com o público, oferecer um conteúdo inspirador e, ao mesmo tempo, mostrar os bastidores do negócio. Isso tira o ar 'formal' e aproxima", explica.

4. Não ter medo de se posicionar

Boca Rosa já declarou algumas vezes que, quando decidiu investir no ramo empresarial, estudou estratégias de "buzz marketing", ou seja, que gerariam um burburinho em torno dos seus produtos. Além de ser questionada pelo público sobre o seu comportamento no Big Brother, ela também já se envolveu em outras situações polêmicas, que acabaram resultado em um aumento das vendas. "Tudo isso deve ser feito com sabedoria e cautela. No entanto, deixar a marca 'morna' na tentativa de agradar a todos pode ser uma péssima estratégia. Não gera aquecimento nas redes sociais e nem na vida. Assumir posicionamentos gera energia. Isso mostra para o público uma autenticidade maior", comenta a palestrante.

5. Geração de valor

Sempre ao lançar um produto novo, Bianca envia um press kit muito caprichado para uma lista de influenciadores, que posta sobre suas maquiagens nas redes sociais. "O custo de uma ação deste tipo é altíssimo, mas empreendedores podem gerar vínculo com clientes ou com seu público-alvo sem necessariamente presenteá-los com algo físico. Pequenos gestos, como curtir ou comentar uma foto, são suficientes para gerar reciprocidade", exemplifica.

6. Determinação

Em entrevistas passadas, Bianca conta que chegou a ser alvo de piadas na escola por ser a única a postar vídeos de maquiagem, mas que não se deixou abater. A influenciadora também garante que é ambiciosa e que esta é uma qualidade que todo empresário precisa ter. "Trata-se de uma forma de bravura, uma certeza de que sempre é possível ir além. É algo muito diferente da ganância, já que ser ganancioso é o mesmo que desejar dinheiro sem propósito ou causa, enquanto a ambição mira sempre no crescimento", comenta Tathiane.

Carreira e finanças