PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Quanto tempo dura a penetração? Veja sete repostas sobre ejaculação

de Universa

16/11/2020 04h00

Estima-se que cerca de 25% da população masculina tenha ejaculação precoce, sendo que alguns homens chegam ao orgasmo até um minuto após o início do estímulo sexual. No outro extremo estão os "atletas sexuais", que podem manter a ereção por tempo indefinido, até desistirem da relação sexual, sem chegar ao clímax. "Os dois casos são sinais de que pode haver algum problema de saúde, físico ou psicológico, que devem ser tratados", adverte a sexóloga Ana Canosa, apresentadora do podcast Sexoterapia (veja a conversa completa no vídeo acima).

A seguir a especialista responde algumas das principais dúvidas sobre as duas condições:

Quanto tempo dura a penetração em uma relação sexual?
O tempo médio de penetração em uma relação sexual varia de 7 a 10 minutos (média da população geral).

Quando a ejaculação é considerada precoce?
A ejaculação é considerada precoce ou prematura se acontecer em até 1 minuto, contando do início da penetração ou da estimulação manual ou oral até o orgasmo.

Quais as causas da ejaculação precoce?
O tempo entre o início da estimulação sexual e o orgasmo é chamado de período de latência. Existem dois tipos de ejaculação precoce. Uma que vai acontecer ao longo de toda vida, e que pode ter uma predisposição genética. Nesse caso se diz que o homem tem um período de latência curto. E outra que começa acontecer a partir de determinado momento da vida. É chamada de ejaculação precoce secundária. Suas causas ainda não são bem conhecidas, mas algumas condições de saúde física, como problemas na tireoide, e psicológicas, como transtorno ansioso, ou até mesmo o medo de não desempenhar bem sexualmente, podem desencadeá-la.

Quem tem ejaculação precoce é porque não consegue se controlar?
O período de latência (item acima), usado no diagnóstico da ejaculação precoce, é diferente do controle ejaculatório, que é quando o homem sente que está próximo de gozar e desenvolve mecanismos para retardar o orgasmo. Quem tem latência curta não consegue segurar, pois é um padrão do corpo. E esse padrão pode ser resolvido com mediação. Muitas vezes o cara acha que tem ejaculação precoce, mas ele só não aprendeu a controlar.

Demorar muito para ejacular pode ser uma disfunção?
Sim. Nesse caso trata-se de ejaculação retardada. O homem tem um período muito longo de latência (item acima), e por isso não consegue se excitar suficientemente a ponto de disparar o orgasmo, e acabam desistindo da relação sexual.

Então todo cara que demora a ejacular tem ejaculação retardada?
Não. Existe uma distinção entre os homens que têm uma latência mais longa, e os apelidados de "atletas sexuais", que são os caras que, provavelmente têm uma latência mais longa e estimulam ainda mais isso, treinando para manter a ereção.

Para saber mais

Site: Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (Sbrash) https://sbrash.org.br/
Filme: Eu não sou um homem fácil (Netflix)

Acompanhe o Sexoterapia

Disfunções sexuais masculinas é o tema do trigésimo quinto episódio do podcast Sexoterapia. A quinta temporada do programa será dedicada a refletir sobre dilemas masculinos. Nesse episódio, as apresentadoras Marina Bessa, jornalista, e Ana Canosa, sexóloga, recebem fotógrafo e influenciador digital Ike Levy.

Sexoterapia está disponível no UOL, no Youtube de Universa e em todas as plataformas de podcasts, como Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Castbox.

Sexo