PUBLICIDADE

Topo

Universa

Vereador que chamou Parada LGBTQ+ de 'fim do mundo' é preso por estupro

O vereador do município de Curuçá, nordeste do Pará, Daniel Rabelo Silva, o Daniel do Abade (MDB) - Reprodução/Redes sociais
O vereador do município de Curuçá, nordeste do Pará, Daniel Rabelo Silva, o Daniel do Abade (MDB) Imagem: Reprodução/Redes sociais

Luciana Cavalcante

Colaboração para o UOL, em Belém

29/10/2020 11h48

O vereador do município de Curuçá, nordeste do Pará, Daniel Rabelo Silva, o Daniel do Abade (MDB), foi preso em uma operação policial suspeito de estupro de vulnerável. Segundo a polícia, a vítima é uma adolescente de 15 anos. Ele teve um episódio notório em 2019, ao chamar a Parada LGBTQ+ de "fim do mundo".

Abade foi interceptado na rodovia BR-316, no município de Castanhal, na mesma região de Curuçá, na sexta-feira (23), com apoio de agentes da Polícia Rodoviária Federal. Uma operação foi montada para o cumprimento do mandado.

A decisão em caráter preventivo foi expedida pela justiça a partir da comprovação da autoria do crime, após análise de indícios como vídeo, depoimentos de testemunhas e provas periciais.

Segundo informou o delegado Paulo Henrique, superintendente da Polícia Civil da região, o político estava em condicional e não respeitava os horários da mesma. Foi pedido o mandado de prisão e acatado pela comarca do município. "O mandado de prisão preventiva é deste mês de outubro", revelou o policial. A polícia não informou por qual crime ele estava em condicional.

O político foi encaminhado ao sistema penal do estado.

O UOL tenta contato com o MDB em Curuçá. O advogado do suspeito não foi encontrado.

Polêmica

Em dezembro do ano passado uma postagem nas redes sociais de Abade sobre a parada LGBTQ + na região ganhou repercussão. "É o fim do mundo! A imoralidade deles deveria ser entre quatro paredes", afirmou. A postagem foi apagada, depois de denúncias de usuários.

Na mesma rede, ele postou um vídeo de repúdio por ter a postagem apagada. "É um absurdo apagarem a postagem de uma pessoa que está ali se manifestando de forma passiva. Eu tenho muitos amigos 'viados' de verdade, não são vândalos que querem aparecer", disse no vídeo.

Universa