PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Hayley Williams diz que expulsou guitarrista do Paramore por ser homofóbico

1°.nov.2014 - Hayley Williams, vocalista do Paramore, se empolga no palco durante apresentação no evento - Reinaldo Canato/UOL
1°.nov.2014 - Hayley Williams, vocalista do Paramore, se empolga no palco durante apresentação no evento Imagem: Reinaldo Canato/UOL

De Universa, em São Paulo

29/10/2020 08h44

Hayley Williams respondeu a um print que circula pelo Twitter de um ex-membro do Paramore, o guitarrista Josh Farro, comparando homossexualidade a pedofilia. A cantora disse que as visões homofóbicas do músico são precisamente o motivo pelo qual ele deixou a banda.

"Há um motivo pelo qual só sobraram três pessoas no Paramore. Surpresa, haters, o motivo não sou eu. O Paramore não apoia crenças religiosas e políticas dogmáticas que deixam os nossos amigos, fãs e familiares LGBTQ+ se sentindo abandonados e sem esperança", escreveu.

Hayley ainda completou o tuíte dizendo que qualquer músico anti-LGBTQ+ pode "se sentir livre para ir para onde todos os ex-membros do Paramore foram: para qualquer outro lugar que não seja o Paramore".

"Uma mensagem para a família LGBTQ+ do Paramore (e estou falando diretamente com você, Brian J. Smith): saibam que vocês são cheios de amor e são muito amados", disse ainda, citando o profissional que faz seu cabelo e maquiagem.

No print que circula pelo Twitter, um perfil que seria supostamente de Farro fala sobre um vídeo defendendo a pedofilia como uma "preferência sexual", comparando: "Não é uma preferência, é uma perversão, assim como a homossexualidade".

Os três membros atuais do Paramore são Hayley, o guitarrista Taylor York e o baterista Zac Farro (irmão de Josh).

Diversidade