PUBLICIDADE

Topo

Universa

Homem suspeito de matar ex-mulher e sogra a facadas é preso em SP

Suspeito se entregou à polícia na noite de ontem - Reprodução/TV Globo
Suspeito se entregou à polícia na noite de ontem Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

19/10/2020 08h25Atualizada em 19/10/2020 09h57

O homem suspeito de matar a ex-mulher e a sogra se entregou à polícia na noite de ontem. Luís Felipe Oliveira é suspeito de ter matado a ex-mulher Nathália Saldanha e a mãe dela, Priscila Saldanha Rodrigues, a facadas no último dia 12, na zona leste de São Paulo. Além das duas vítimas que morreram, o padrasto e dois amigos da jovem foram feridos por golpes de faca desferidos pelo homem. As informações são do 1º Jornal, da TV Bandeirantes.

Segundo o jornal, o homem se dirigiu à 8ª Delegacia de Polícia da Defesa da Mulher de São Mateus, em São Paulo, na noite de ontem onde se entregou e prestou depoimento por mais de duas horas e meia.

Posteriormente, o suspeito foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para realizar o exame de corpo de delito e depois conduzido ao 2° Distrito Policial do Bom Retiro, na região central da capital paulista, onde está detido temporariamente.

Após o crime, o suspeito fugiu e desde então era procurado pela polícia. A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública) confirmou ao UOL que o homem se entregou na noite de ontem.

"A Polícia Civil esclareceu o feminicídio de duas mulheres, de 18 [Nathália] e 38 anos [Priscila], ocorrido na última segunda-feira (12), em Guaianases. O autor do crime, de 22 anos, estava com a prisão temporária decretada pelo Poder Judiciário após solicitação da autoridade policial e se apresentou na 8º Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) na noite deste domingo (18). O caso foi registrado como captura de procurado."

Questionada na última semana, a SSP-SP disse ao UOL que o caso foi registrado como feminicídio, tentativa de homicídio qualificado e violência doméstica no 53° DP (Delegacia de Polícia) do Parque do Carmo.

Entenda o caso

Luís Felipe Correia, estava separado de Nathália há um mês. Segundo a Jovem Pan, Luís havia pegado a filha do casal na manhã do dia 12 para passar o feriado com ele, no entanto, à noite — quando tinha que devolver a criança — o homem apareceu na festa de aniversário de 18 anos da ex-mulher, sem a criança, e começou uma discussão com a jovem.

Durante a briga, Luís teria golpeado Nathália e mãe dela com uma faca, além de atingir Waldick Santos de Oliveira, padrasto da jovem, e outras duas pessoas que estavam na festa. Após o crime, o suspeito teria fugido em um carro.

Todos os feridos foram levados ao Hospital Central de Guaianases onde Nathália e Priscila morreram. Os amigos feridos de Nathália já receberam alta médica, enquanto o padrasto da jovem — que foi atingido no abdômen — segue internado.

A filha do casal também foi raptada pelo homem, mas já foi entregue ao Conselho Tutelar.

Universa