PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Mãe ganha R$ 100 mil vendendo leite materno para outras mulheres

Mãe ganha R$ 100 mil vendendo leite materno para outras mulheres - Divulgação
Mãe ganha R$ 100 mil vendendo leite materno para outras mulheres Imagem: Divulgação

Colaboração para o Universa, em São Paulo

16/10/2020 21h38

Uma professora da Flórida, nos Estados Unidos, arrecadou mais de R$ 100 mil reais vendendo leite materno após dar à luz em agosto de 2019. Ela gerou um filho de barriga de aluguel para outra família.

Julie Dennis amamentou a criança que deu à luz até os seis meses, quando o bebê foi morar em definitivo com seus pais.

Aos 32 anos e ainda com leite materno disponível, a mulher decidiu oferecer o seu leite para outras mães. "Assim que terminei a amamentação comecei a anunciar leite no Facebook, onde encontrei uma família", contou.

"Depois, outra família que teve um filho por meio de maternidade de substituição também me procurou, pois a mãe que gerou o bebê não quis ou não pode fornecer o leite", continuou. Desde que deu à luz, Julie forneceu leite para outros dois bebês até completarem um ano de idade. Em um dos casos, a professora precisou cortar derivados de leite de sua dieta.

"Há muito mais pessoas anunciando do que comprando leite materno, mas eu tenho a sorte de vender o tanto que vendo porque as pessoas não podem gastar todo esse dinheiro em comida de bebê", relatou.

A maternidade de substituição, popularmente conhecida como barriga de aluguel, é um fato comum nos EUA. A mãe de aluguel afirma que recebe algumas críticas por cobrar pelo leite que não fornece para o filho que deu à luz.

"O bombeamento equivale a um trabalho em tempo integral. Não é totalmente voltado para o dinheiro, mas tenho certeza que vale a pena para mim e para minha família", concluiu.

Mães e filhos