PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

Homem que espancou mulher na BA presta depoimento; ele se diz 'arrependido'

Aliny Gama

Colaboração para Universa, em Recife

15/10/2020 18h19Atualizada em 15/10/2020 23h03

O homem identificado pelo nome de Samuel Freitas Costa Filho, 33, que foi filmado espancando uma mulher no município de Ilhéus, na região sul da Bahia, se apresentou à polícia na tarde de hoje. Em nota, ele afirmou estar arrependido e que está ciente que vai enfrentar as "reprimendas judiciais". O Ministério Público pediu a prisão preventiva dele. Segundo a polícia, o crime ocorreu no mês de junho deste ano.

Segundo a Polícia Civil, ele chegou acompanhado de um advogado, por volta das 14h30, à Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) para prestar depoimento ao delegado Evy Paternostro, coordenador da Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior) de Ilhéus.

Após o depoimento, o investigado foi liberado "por não ter havido flagrante, mas teve sua prisão solicitada à Justiça", informou a Polícia Civil. O conteúdo do depoimento não foi divulgado. A vítima das agressões foi localizada e ouvida pela polícia na manhã de hoje. O nome dela não foi divulgado pela manter a privacidade.

Samuel estava sendo procurado pela Polícia Civil depois que um vídeo tornou pública a agressão física praticada contra uma mulher, ocorrida no bairro Nelson Costa. As imagens começaram a circular ontem em redes sociais.

Na gravação, uma mulher aparece encostada em um carro e pede que Samuel vá embora. Ele discute com a vítima enquanto moradores filmam e tentam intervir na situação.

Em determinado momento, moradores dizem que um homem vai descer para que Samuel largue a jovem e vá embora. Ele retruca: "Ei, cadê ele? Manda ele descer, que eu quero ver!", grita. "Não desça não, moço. Ele é um 'Zé Ruela', não tem nada", diz a jovem chorando.

A mulher pede repetidamente que o agressor vá embora, mas ele continua prendendo-a no carro e tenta beijá-la. "Me solte, vá embora. Você acha que é amigo de polícia. Vou dar queixa de você aqui. Minha boca está do jeito que está. Nada, acabou. Desencosta de mim e vá embora", pede a vítima.

Mulher é espancada por homem na cidade de Ilhéus, na Bahia - Reprodução/Montagem - Reprodução/Montagem
Mulher é espancada por homem na cidade de Ilhéus, na Bahia
Imagem: Reprodução/Montagem

Em seguida, o homem começa a agredir a jovem, que não consegue reagir às agressões. Nas imagens é possível ver que o homem desfere nove socos no rosto dela. A mulher cai na rua e Samuel vai embora andando. A gravação termina com pessoas gritando e xingando o agressor.

A mulher até agora não registrou Boletim de Ocorrência sobre o caso, mas a Secretaria de Segurança Pública informou que a delegacia, ao tomar conhecimento das agressões, registrou uma ocorrência e passou a investigar o homem.

Segundo a Deam, Carlos Samuel Freitas Costa Filho tem 11 registros na polícia por violência doméstica praticada contra ex-namoradas e mulheres da família dele. Inclusive, um dos registros é sobre extorsão e ameaça de morte praticadas contra a mãe do investigado, em 2017 — ele chegou a ser preso em flagrante por agredir a mãe, tendo sido liberado em seguida pela Justiça.

Em 2016, o homem foi condenado a um ano e quatro meses de prisão por manter uma ex-namorada em cárcere privado no ano de 2015. Ele recorreu da decisão e o crime prescreveu devido à demora da Justiça em julgar os embargos.

Agressor se diz arrependido

Por meio de nota, Carlos Samuel Freitas Costa Filho admitiu as agressões praticadas contra a jovem e afirmou que está arrependido. Ele disse que é um "jovem trabalhador" e que sabe que vai "sofrer as reprimendas judiciais conforme se prevê a lei".

O homem afirmou que vivia com a vítima uma "relação muito conturbada, eivada de inúmeros casos de ciúme doentio, diversas agressões físicas e morais", diz a nota, destacando que no dia que Samuel agrediu a então namorada estava embriagado e que "perdeu a cabeça" ao cometer as agressões contra a vítima.

Violência contra a mulher