PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

EUA: Ex-candidato a governador é indiciado por homicídio de menina em 1984

A menina Jonelle Matthews foi assassinada, aos 12 anos, na década de 1980 no estado do Colorado (EUA) - Reprodução/GREELEY POLICE DEPARTMENT
A menina Jonelle Matthews foi assassinada, aos 12 anos, na década de 1980 no estado do Colorado (EUA) Imagem: Reprodução/GREELEY POLICE DEPARTMENT

De Universa, em São Paulo

14/10/2020 17h17

Um idoso de 69 anos, que já concorreu duas vezes para o cargo de governador do estado de Idaho (EUA), foi ligado ao assassinato de uma menina de 12 anos, em 1984.

Ontem, a promotoria de Weld County anunciou que Steven Pankey foi indiciado pelo assassinato de Jonelle Matthews no caso arquivado há décadas. Pankey é acusado de sequestrar a criança da casa dela em Greeley, Colorado.

A suspeita também é que ele tenha assassinado a jovem com um tiro.

O corpo de Matthews só foi encontrado em julho de 2019, por uma equipe de construção que desenterrava o terreno como parte da instalação de um oleoduto.

Em comunicado, o Departamento de Polícia de Greeley disse que o desaparecimento de Matthews "assombrava a comunidade" por mais de 30 anos e que "Jonelle se tornou uma filha para todos nós" enquanto todos buscavam respostas no caso arquivado .

Pankey vai responder por homicídio doloso e sequestro, de acordo com um comunicado da polícia. Ele foi preso na manhã de segunda-feira (12) e atualmente está detido sem fiança.

O político foi pré-candidato do partido republicano a governador de Idano em 2014 e em 2018.

Violência contra a mulher