PUBLICIDADE

Topo

Beleza

O que é um óleo limpador? Entenda como funciona esse tipo de demaquilante

Getty Images
Imagem: Getty Images

Natália Eiras

Colaboração para Universa

06/09/2020 04h00

No início de setembro, foi lançado o bálsamo demaquilante da Sallve, marca que conta com um contingente de fãs nas redes sociais. O produto é um gel-óleo que promete limpar e hidratar a pele. Quando ele começou a chegar na casa das consumidoras, algumas pessoas não entenderam nada: como assim é preciso lavar o rosto após o uso do demaquilante?

É que o item, que pertence á categoria de cleansing oil ou óleo limpador, age um pouco diferente dos demaquilantes que estamos acostumadas. No Brasil, o mais famoso é o da marca japonesa Bioré, queridinha entre as influenciadoras de cuidados da pele. Mas há opções também em marcas como L'Oreal, The Body Shop, Biossance e Shiseido --e até o óleo de coco pode ser usado como função semelhante. Nunca ouviu falar desse tipo de limpador? Universa te explica.

O que é um óleo limpador?

É um produto à base de óleo que serve para tirar a maquiagem e outras impurezas da pele. Esse tipo de demaquilante faz há muito tempo parte da rotina de beleza das mulheres asiáticas, principalmente as japonesas e coreanas. O óleo "derrete" tudo o que é à base de óleo e que gruda em nossa pele e é especialmente interessante para tirar maquiagens mais pesadas ou à prova d'água.

Dentro da rotina de parte das mulheres, porém, usar o demaquilante é a última etapa de limpeza da pele. Mas, em alguns casos, é necessário fazer uma dupla limpeza do rosto.

O que é dupla limpeza?

O "double cleansing" é quando você aplica, inicialmente, um limpador com base em óleo e, logo em seguida, um sabonete. Essa técnica permite que, além de retirar a maquiagem, a pele esteja livre de qualquer resquício de impurezas acumuladas durante o dia.

Como o óleo limpador costuma ser mais umectante, ele reduz as chances de que o sabonete deixe o rosto com a sensação de repuxamento —mas isso significa que pode deixar algum resíduo oleoso na pele. "Algumas mulheres costumam preferir usar o sabão depois [do demaquilante] para sentir a pele mais seguinha", diz a dermatologista Juliana Neiva. Ainda assim, nem todo cleansing oil exige que seja feita a dupla limpeza —o rótulo vai indicar esse processo.

Quais são os benefícios?

"A diferença é que o cleansing oil faz essa remoção sem agir na oleosidade natural da pele, já que, para ela ficar saudável, a barreira cutânea da pele precisa de gorduras do bem", diz Juliana. Por respeitar essa proteção natural, o óleo limpador é indicado para todos os tipos de pele, sobretudo para as sensíveis.

Que precauções devemos ter com o óleo limpador?

A dermatologista Karla Lessa alerta que é preciso usar o óleo limpador com parcimônia. "Para evitar a obstrução dos poros e, consequentemente, o surgimento de cravos e espinhas", afirma.

Para encontrar a sua rotina ideal, é importante, então, entender bem a sua pele. "Eu, por exemplo, prefiro usá-lo à noite, quando a pele está mais suja, apenas para tirar a maquiagem", conta Juliana Neiva.

Beleza