PUBLICIDADE

Topo

Autoestima

'É normal olhar no espelho e não se sentir bonita', diz Selena Gomez

Cantora e atriz Selena Gomez em estreia do filme "Dolittle" em Los Angeles - MARIO ANZUONI
Cantora e atriz Selena Gomez em estreia do filme "Dolittle" em Los Angeles Imagem: MARIO ANZUONI

De Universa, em São Paulo

02/09/2020 11h04

Selena Gomez quer assegurar aos seus fãs que lutar contra a baixa autoestima é algo completamente normal. Em entrevista à People, ela disse que o lançamento de sua marca de beleza, Rare Beauty, foi em parte inspirado por sua própria insegurança.

Eu costumava me olhar no espelho e não me sentir bonita o bastante, mas acho que isso é natural para todo mundo. Às vezes nos sentimos obrigadas a ter um determinado tipo de visual, ou a nos comportar de determinada forma, mas na verdade não somos obrigadas a nada disso. Isso [o lançamento da Rare Beauty] é uma forma de eu dizer para a comunidade da beleza: 'Eu estou tentando ser melhor, e você pode fazer o mesmo'."
Selena Gomez lutou contra a baixa autoestima antes de lançar marca de beleza

Selena também se abriu sobre outras questões de saúde mental com as quais lidou nos últimos anos. "No começo, parecia algo impossível de superar. Às vezes era um grande desafio sair da cama pela manhã. Eu me perguntava: 'Por que não posso ser normal como todo mundo?'", comentou.

Para piorar, o estigma em torno da depressão e de outros distúrbios similares continua vivo. Selena disse que o julgamento do público foi um dos motivos pelos quais escondeu seus problemas por tanto tempo.

Falar abertamente sobre saúde mental não é algo fácil. Eu tive que me afastar [das redes sociais] por um tempo por causa de algumas coisas que me deixaram confusas. Tinha muito medo do que as pessoas pensariam sobre mim se falasse sobre isso, mas quando realmente refleti sobre tudo, conclui: 'Esta é a minha verdade, eu não ligo para o que vão dizer'. Eu não sou um clichê. Sou uma pessoa tentando viver."
Selena Gomez sobre dificuldade de se abrir sobre saúde mental

Autoestima