PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Apoio ao casamento LGBT faz Biden ganhar elogio de ex-candidato democrata

Pete Buttigieg foi pré-candidato democrata à presidência nas primárias deste ano - Santiago Flores
Pete Buttigieg foi pré-candidato democrata à presidência nas primárias deste ano Imagem: Santiago Flores

De Universa, em São Paulo

21/08/2020 10h11

O ex-candidato das primárias democratas Pete Buttigieg elogiou o candidato do partido à presidência, Joe Biden, pela coragem de defender publicamente o casamento LGBT.

Buttigieg foi o primeiro candidato LGBT a vencer as primárias por um dos dois grandes partidos em fevereiro, quando surpreendeu ao ser o mais votado pelos democratas no estado de Iowa.

Ontem, discursando na convenção democrata, o ex-prefeito da cidade de South Bend (Indiana), disse que a defesa de Biden ao casamento LGBT — feita pela primeira vez em 2012 — pode ter sido um passo importante para o seu próprio casamento.

"Amor faz meu casamento real, mas a coragem política fez ele possível — incluindo a de Joe Biden, que deu um passo à frente até deste partido quando disse que o casamento igualitário deveria ser a lei do nosso país", lembrou.

Na ocasião, Biden era vice-presidente e surpreendeu até mesmo Barack Obama ao apoiar o casamento LGBT em rede nacional. Dias depois, Obama foi o primeiro presidente americano a apoiar publicamente a medida.

"A aliança no meu dedo, um casamento que nós celebramos daqui de onde eu falo, reflete quando nosso país pode mudar", afirmou Buttigieg.

Ele afirmou em seu discurso que apoia a candidatura de Biden e Kamala Harris (vice) e confia que eles, se eleitos, poderão fazer dos Estados Unidos um país mais inclusivo. "Eu confio em Joe Biden e Kamala Harris para guiar esse país para um futuro melhor, porque eu tenho visto seu comprometimento, sua empatia, de perto", declarou.

"E eu confio na capacidade dos Estados Unidos de crescer de forma mais inclusiva, porque eu tenho vivido isso", afirmou ao citar que a ideia de alguém "fora do armário" concorrer à presidência era digna de risadas, mas não é mais.

"No começo do ano, eu fiz campanha para a presidência, frequentemente com meu marido ao meu lado, ganhando delegados para essa convenção", lembrou. "Agora, eu apoio com orgulho Joe Biden e Kamala Harris", concluiu.

Diversidade