PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

'Sua máscara combina com a calcinha?' Mulheres relatam assédio na pandemia

Artista britânica relata e ilustra histórias - Reproduç]ao/Instagram
Artista britânica relata e ilustra histórias Imagem: Reproduç]ao/Instagram

De Universa, em São Paulo

14/08/2020 15h26

Um perfil no Instagram está documentando episódios de assédio sexual relatados por mulheres durante a pandemia de coronavírus no Reino Unido. A artista Zoe Stromberg, que criou a @cutecatcalls, divide essas experiências em forma de ilustração.

Uma das histórias foi contada por uma cuidadora de idosos, que ouviu um homem desconhecido questionar se sua calcinha combinava com sua máscara facial de proteção ao vírus). Ela tentou fugir até o carro, o agressor a seguiu, bateu na janela e gritou: "É rude ignorar um homem em necessidade". O assédio aconteceu em um posto de gasolina.

Outra frase dita durante um assédio sexual nas ruas da Inglaterra: "Impossível manter distanciamento social quando as garotas olham desse jeito".

Confira alguns dos relatos:

"Sua máscara combina com a sua calcinha?"

"Sou uma cuidadora de idosos e tive que parar para abastecer antes de dirigir até meu próximo paciente. Eu estava na bomba de gasolina com minhas máscaras e luvas quando, atrás da bomba, ouvi 'sua máscara combina com sua calcinha?'. Em estado de choque, olhei ao redor da bomba e vi um homem gesticulando para seu pênis enquanto ria. Eu tentei fugir o mais rápido possível e, assim que fechei a porta do meu carro, ele apareceu e bateu na minha janela gritando: 'É rude ignorar um homem em necessidade', apontando para sua bunda. Isso prova que o assédio não tem nada a ver com o que você está vestindo, já que era impossível ver sob minha máscara, luva e roupas".

"Impossível manter distanciamento social quando as garotas olham desse jeito"

"Eu estava no supermercado, um homem disse em voz alta para seu filho quando eles passaram por mim: 'É difícil manter o distanciamento social quando as meninas são assim'. Então ele então sussurrou algo para seu filho, que deu um tapa na minha bunda".

"Achei que você estivesse sorrindo para mim"

"Passei por um homem a caminho do trabalho e ele tentou me dar um tapa na bunda. Afastei-me e gritei para ele se f*der, ele disse: 'Achei que você tivesse sorrido para mim'. Eu estava usando uma máscara, e mesmo se estivesse [sorrindo], um sorriso significava que você pode me tocar? Especialmente em uma pandemia"

Violência contra a mulher