PUBLICIDADE

Topo

Deborah Secco diz que precisamos falar de prostituição: 'Elas sofrem'

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/08/2020 12h00

Durante participação no "OtaLab" no UOL da última quinta-feira (6), Deborah Secco destacou a necessidade de se falar sobre prostituição no Brasil. A atriz abordou o tema ao ser questionada sobre o seu trabalho no filme "Bruna Surfistinha" (2011). Na ocasião, ela interpretou uma garota de programa.

"Eu não acho que o sexo deva ser um tabu. Acho que nós mulheres cada vez mais precisamos falar sobre sexo", disse.

"O fato dele [o filme] retratar uma garota de programa, para mim é de extrema importância. Eu acho que é um assunto que a gente precisa falar. Todo mundo sabe que isso existe, mas todo mundo finge que não. Enquanto a gente não falar sobre isso, enquanto não debater esses temas, não vamos resolver. Quanto mais difíceis os assuntos, mais a gente precisa debater", completou.

'Luto por essas mulheres'

Deborah acrescentou ainda que interpretar a personagem Raquel Pacheco "transformou a sua vida" e que se sente uma "lutadora" por mulheres que vivem essa realidade.

"Essas mulheres sofrem abusos diariamente. Elas não fazem mal a ninguém, a não ser a elas. A Bruna transformou a minha vida por me mostrar esse universo de perto, que eu não conhecia. Hoje eu me sinto uma lutadora, eu luto por essas mulheres. Preciso que essas mulheres sejam vistas e que a realidade dessas mulheres seja transformada. Espero muito que o filme ajude isso de alguma maneira", completou a atriz.

Rebateu até Bolsonaro

Não foi a primeira vez que Deborah destacou a importância que vê no filme. Em julho do ano passado, ela rebateu a declaração do presidente Jair Bolsonaro, que usou o filme como exemplo de casos em que, na avaliação dele, não devem ser feitos com dinheiro público.

"Fiquei um pouco chocada de o filme Bruna Sufistinha ter sido colocado nesse lugar, porque é um filme que retrata não só a história real de uma garota de programa, mas de outras milhares de mulheres que se encontram nessa situação", comentou na ocasião.

A atuação no longa rendeu diversos prêmios à atriz, entre eles o Grande Prêmio Brasileiro de Cinema.