PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Dependendo do parceiro, sexo pode desalinhar chacras, explica astróloga

Sara Koimbra, taróloga e astróloga, fala de sexo e energia - kieferpix/iStock
Sara Koimbra, taróloga e astróloga, fala de sexo e energia Imagem: kieferpix/iStock

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

28/07/2020 04h00

"Nunca transe com alguém que você não seria", essa é frase mais simples, mas talvez a mais dura e chocante que Sara Koimbra, taróloga e astróloga, joga na lata quando o assunto é sexo. Parece simples de imaginar porque não nos envolveríamos sexualmente com alguém que não seríamos, certo? Falta de atração, falta de afinidade e até mesmo dificuldade de aproximação. Mas não para por aí.

Entenda os riscos de transar sem a "proteção energética".

Sexo é troca de energia?

Os riscos de transar com aquela pessoa que você não admira passam por desequilibrar os chakras, sujar seu campo áurico, prejudicar a qualidade do sono e assim vai, diz ela. "O ser humano é composto de espírito, alma e corpo. Portanto, nossas frequências energéticas devem ser levadas em consideração o tempo inteiro. Se todos nós temos uma antena de vibração, ao nos envolvermos com outras pessoas, principalmente sexualmente, misturamos a nossa frequência com a delas".

Isso não quer dizer que devemos parar de transar agora para cuidar da nossa energia. Pelo contrário. A astróloga realça que a energia sexual é vital e extremamente poderosa. "Transar é vida, sexo é divino. Mas quando feito com irresponsabilidades, tem consequências." Elas podem ser tanto a nível físico, como a nível sutil. Inclusive, alguns descompassos da nossa vida podem ter a ver com cordões energéticos de relações sexuais de anos atrás.

"Muita gente tem problemas de ordem energética por causa disso. Já atendi várias pessoas que se sentem drenadas, depressivas e que tentam mudar isso a vida inteira sem sucesso. Entrando nesse contexto de maneira mais profunda, é possível perceber que tem alguma desordem fruto de relações não tão legais. O sexo pode nos levar a um estado profundo de bem-estar e relaxamento, mas também a um poço de ansiedade e depressão, além de doenças físicas — não só sexualmente transmissíveis, mas somatizadas", conta Sara.

Chakra com chakra

chackras - shoo_arts/Getty Images/iStockphoto - shoo_arts/Getty Images/iStockphoto
Os chackras permitem esse entrelaçamento de energias durante a transa, diz a especialista
Imagem: shoo_arts/Getty Images/iStockphoto

Isso acontece porque quando existe o contato sexual, seja pontual, seja em um relacionamento duradouro, as pessoas estão unindo mente, corpo, espírito e alma. O fenômeno acontece principalmente pelos chakras, que permitem esse entrelaçamento de energias durante a transa. É o que cria o chamado cordão energético, que pode criar laços duradouros nas pessoas que trocaram vibração.

Sara enfatiza que a energia sexual pode ficar impregnada em nós, graças a esses cordões, por pelo menos seis meses. "No mínimo, depende da complexidade da situação ou das energias envolvidas no ato. Pode levar anos ou uma vida inteira, inclusive em contextos de relações abusivas e outras mais duradouras. Um abuso de adolescência, por exemplo, pode reverberar na vida adulta como resultado desse cordão ainda existir."

Só essa informação já pode ser suficiente para a gente escolher a dedo com quem vamos transar, certo? Mas às vezes acontece de ter um encontro casual, uma relação depois de beber em uma festa ou uma recaída com o ex. E tudo bem. O importante é saber como limpar essa energia sexual antes e principalmente depois das relações. Até porque, se a energia estiver suja, é fácil nos grudarmos a cordões de vibração densa.

Abalos e sintomas: bloqueio de felicidade

"Uma limpeza de energia sexual é uma ótima maneira de cortar esses cordões energéticos, além de ajudar a purificar a energia da mente, do espírito, da alma e dos chakras. É o mesmo conceito da higiene pessoal. Ou seja, se a gente não limpa nosso corpo, ele vai começar a acumular resíduos. Em determinado ponto, ele será um ambiente propício para doenças e bactérias. Portanto, se não limpamos a energia, ela se torna cada vez mais densa, drenando nossa leveza e bloqueando até mesmo nossa felicidade", diz Sara.

O principal chakra relacionado à energia sexual é o segundo, que fica localizado aproximadamente a três dedos abaixo do umbigo. Ter a energia desse centro energético bloqueada vai afetar todos os outros chakras, além de interferir negativamente na nossa criação e criatividade, nos nossos impulsos inclusive profissionais e no modo como cuidamos da nossa vida. Fisicamente, o chakra é responsável pela eliminação de toxinas. Ou seja, se estiver bloqueado…Acumula ainda mais coisa.

Os primeiros sintomas são não se sentir legal consigo mesmo, ainda que tudo externamente esteja perfeito. O trabalho não rende, não é possível se conectar com as pessoas queridas e a mente não se concentra. Segundo a astróloga, o desequilíbrio também pode gerar insegurança, desejos que nem sempre têm nexo, emoções tóxicas, instintos reprimidos, fantasias sexuais exageradas, dependências e entre outras deturpações.

Mas beleza, estrago feito, Sara, e agora? "A primeira coisa é a abstinência sexual. Afinal, não adianta querer limpar a energia se você continua transando com pessoas que não são legais. É o mesmo pensamento de faxinar a casa quando ela está suja ou bagunçada, de tomar um banho ao chegar em casa depois de trabalhar e por aí vai." Resguardo garantido? Vamos ver os próximos passos para essa proteção energética.

Como cuidar de energia sexual: dicas

Antes do sexo , verifique seus pensamentos

Se você está pensando de maneira muito negativa, é bom racionalizar os sentimentos e as ideias antes de transar, porque podemos envolver a outra pessoa nessa vibração e nos afundar ainda mais.

Esteja cercado de carinho

O sexo é sempre mais gostoso e gratificante quando o momento é cheio de respeito e carinho. Portanto, se ambos os parceiros meditarem, relaxarem e liberarem a tensão antes de transar, o resultado será ainda mais incrível.

Transou com uma pessoa e se arrependeu?

Cuide do corpo físico fazendo exames de rotina, caso ache necessário, beba muito líquido, tome sol, se alimente de maneira mais leve e trabalhe fisicamente o assoalho pélvico caso você seja mulher. Energeticamente, aposte em meditações, orações, rituais e alinhamento de chakras.

Limpe a energia do lugar onde o sexo acontece

Velas negras ajudam a drenar a energia ruim do local, principalmente se acendidas numa terça-feira. Se a pessoa gosta de salmos, recitar o 23, 121 e o 93. Caso contrário, ative a fé à sua maneira. Outra ideia é mexer nos móveis seguindo orientações de feng shui para que toda essa energia possa ser eliminada, canalizando novas vibrações positivas para o lar.

Limpe o corpo vai além do banho físico

Que tal um banho de ervas? A lavanda por exemplo, que relaxa a mente e o corpo, é uma boa pedida. Basta preparar um banho quente com a erva e, se puder, ficar em imersão por 20 minutos. Caso contrário, jogue do pescoço para baixo após o banho higiênico. Imagine a água limpando toda energia negativa e indo embora pelo ralo.

Atenção ao contexto social

Afinal, a gente atrai aquilo que a gente emana. Não emane aquilo que não quer atrair, seja mais seletiva com as pessoas que você vai se envolver fisicamente e esteja sempre atenta. Afinal, a energia sexual negativa não pode ser destruída, ela pode ser equilibrada e amenizada com os métodos descritos aqui em cima.

Alto Astral