PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

Titi Müller: "marido virou amigo". Veja dicas pra casais no pós-parto

Titi Müller contou que ela e marido não dormem junto desde que filho nasceu - Reprodução/Instagram
Titi Müller contou que ela e marido não dormem junto desde que filho nasceu Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

25/07/2020 15h31

Titi Muller revelou que ela e o marido, o músico Tomas Bertoni, não dormem juntos desde que o filho nasceu. A apresentadora explicou que fez um cronograma para atender às necessidades do bebê: ela cuida de Benjamin de dia e o pai fica com o filho durante a noite.

A divisão de turnos é uma ótima saída para equilibrar a demanda numa fase em que o bebê exige muita atenção dos pais, mas acabou tendo um efeito colateral na vida dos casal. "Eu e Tomas viramos grandes amigos, pois casal aqui não está rolando. A gente não dorme junto desde que Benja nasceu", contou ela em vídeo publicado no Instagram na noite desta quinta-feira (23). Benjamim nasceu no dia 11 de junho.

A dinâmica e exigências que um recém-nascido impõe ao casal muitas vezes afetam a vida a dois. Nem sempre é simples para os casais retomarem o sexo depois da chegada de um bebê. Expectativas, ansiedade, incômodos e hormônios estão em plena atividade, mas, com muito diálogo e cuidado, é possível atravessar essa fase delicada mais unidos - a maneira como Titi e Tomás tem se mostrados parceiros nesse momento é um bom exemplo.

Para algumas mulheres o desejo sexual pode demorar até um ano para voltar. Claro que isso não é regra: em alguns casos, elas se sentem prontas para transar assim que o ginecologista libera as relações sexuais. E há, ainda, aquelas que tentam retomar o sexo, mas se sentem ansiosas, inseguras com o corpo e, na hora, experimentam dor.

Nesse momento, é importante que o casal lide com a questão juntos. Cansaço, cuidados com o bebê, possíveis dificuldades com a amamentação e tarefas domésticas costumam tornar a vida dos pais, especialmente os de primeira viagem, um tanto caótica. Para que tudo flua bem na cama, é preciso que os dois sejam mais parceiros do que nunca, exerçam a empatia e, sobretudo, usem o momento para fortalecer o vínculo e não exigir muito um do outro, nem de si mesmos. Ninguém precisa forçar a barra ou acelerar processos.

É importante que o casal mantenha em mente que, sim, vocês agora são mãe e pai e precisam se dedicar a mil e uma tarefas para que uma criança se desenvolva de forma sadia. Porém, não devem se esquecer sua identidade e individualidade. Quando estiverem juntos, lembrem-se disso e, às vezes, deixem de lado a ideia de que são "sócios" na criação de um filho e nos cuidados com casa, e aproveitem a oportunidade para fortalecer o vínculo conjugal.

Com informações de Sexo no pós-parto: 6 conselhos para casais que estão passando por essa fase

Fontes consultadas: Carolina Freitas, mestre em psicologia e especialista em sexualidade da plataforma Sexo sem Dúvida; Cristina Carneiro, ginecologista e obstetra, de São Paulo (SP), e Denise Figueiredo, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal, em São Paulo (SP).

Relacionamentos