PUBLICIDADE

Topo

Marca cria máscara com a hashtag #NÃOSECALE contra abuso sexual infantil

Xuxa e Patricia Abravanel usam máscara com a hashtag #NAOSECALE, contra o abuso sexual infantil - Reprodução/Instagram
Xuxa e Patricia Abravanel usam máscara com a hashtag #NAOSECALE, contra o abuso sexual infantil Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

23/07/2020 17h36

A Plié Lingerie, em parceria com a Cucumber Propaganda e o Instituto Liberta, criou máscaras para alertar sobre o abuso e a exploração sexual infantil.

Os itens protegem contra a contaminação por coronavírus e trazem a hashtag #NÃOSECALE, "para lembrar a importância de não nos silenciarmos diante desta violência", informa em nota a Plié, que confeccionou as peças.

Cerca de 5 mil dessas máscaras serão entregues em escolas públicas quando as aulas voltarem ao formato presencial.

"A exploração sexual infantil é um problema social gravíssimo, diretamente ligado à pobreza e à miséria da população, e que, com a crise econômica iminente, com mais crianças em situação de vulnerabilidade, tende a aumentar", alerta a Plié, em nota.

A iniciativa já foi abraçada por personalidades como Xuxa e Patrícia Abravanel, que publicaram fotos usando a máscara.

Sophie Wajngarten, sócia e diretora da Cucumber Propaganda e cofundadora do Instituto Liberta, lembra que "a denúncia é um primeiro passo importantíssimo para rompermos a aceitação desse crime". "E outro passo não menos importante é incentivarmos a sociedade a falar cada vez mais sobre esse assunto, afinal a melhor forma de combater um problema é com conhecimento", conclui.

Violência contra a mulher