PUBLICIDADE

Topo

XP quer ter ao menos 50% de mulheres em seu quadro de funcionários até 2025

Em cinco anos, a empresa pretende atingir proposta de ter ao menos metade de seu quadro formado por mulheres - Getty Images/iStockphoto
Em cinco anos, a empresa pretende atingir proposta de ter ao menos metade de seu quadro formado por mulheres Imagem: Getty Images/iStockphoto

De Universa, em São Paulo

17/07/2020 11h23

A XP Inc. informou hoje ter como meta contar com pelo menos 50% de mulheres em seu quadro total de funcionários até 2025, em todos os níveis hierárquicos.

Segundo comunicado, atualmente a companhia possui 2.600 funcionários, devendo encerrar o ano com 3.100 — o percentual atual de mulheres é de 22%.

Para atingir a meta, a XP disse estar implementando, entre outros, medidas como a criação de um coletivo feminino, treinamento para lideranças, mentoria de carreira para mulheres, revisão de políticas internas, licença-maternidade e paternidade estendida e possibilidade de trabalho remoto para todos os funcionários.

A meta, segundo Marta Pinheiro, sócia e diretora de ESG da companhia, tem como objetivo acelerar o processo de inclusão de mulheres no mercado financeiro e em cargos de liderança.

"Entendemos o contexto histórico da nossa sociedade e desse mercado, que hoje não atrai ou favorece a presença feminina, e o nosso intuito é derrubar essas barreiras. Mais mulheres no mercado financeiro também significa mais empoderamento de suas finanças, que é uma ferramenta de liberdade", destacou em comunicado divulgado.

Direitos da mulher