PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Ana Paula Siebert fala sobre dificuldade de amamentar no início: Muita dor

Ana Paula Siebert e sua filha, Vicky; influencer diz que amamentação foi sua maior dificuldade nos primeiros dias - Reprodução/Instagram
Ana Paula Siebert e sua filha, Vicky; influencer diz que amamentação foi sua maior dificuldade nos primeiros dias Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

17/07/2020 09h20

Mãe de primeira viagem de Vicky, que completa dois meses hoje, Ana Paula Siebert contou que a amamentação foi sua maior dificuldade, mas que hoje encara o ato como "o maior prazer" de sua vida.

"Os primeiros 15 dias foram muito difíceis. As noites em claro, muita dor, o peito machucava… era uma coisa bem intensa! Aquela história toda que ninguém conta pra gente, mas passou e já não sinto mais dor. Agora é o maior prazer da minha vida amamentar e ver que ela está engordando. O que eu mais gosto é quando ela termina de mamar e eu fico com ela no colo, que ela encosta a cabecinha no meu seio, fica dormindo com o contato pele a pele", disse em entrevista à Quem.

A influencer falou ainda sobre os prós e contras do isolamento social por causa do novo coronavírus para a rotina como mãe. "Tive tempo, sem muita gente, de ficar me dedicando. Passei por essa fase mais rapidamente do que uma mãe que fica recebendo gente ou tem muitos compromissos. Tive que me dedicar a ela", explica.

Segundo Ana, que é casada com Roberto Justus, a filha é muito calma e só chora para mamar. "Brinco que ela não parece nossa filha porque somos muito agitados."

Ela afirma ainda que sempre sonhou em ter parto normal e que tinha medo de cesárea, mas Vicky estava sentada.

"Quando a gente decidiu marcar a cesárea, era porque já estava perto das 40 semanas e era aniversário de 100 anos da mãe do Roberto. No momento da cirurgia, ela (a médica) viu que a bebê estava com muitas voltas do cordão enroladas e bem presas. Vicky não teria como virar. Se tivesse forçado o parto normal, poderia ter acontecido uma tragédia. Aprendi o quanto é importante a gente respeitar os nossos limites", analisou.

Ana disse ainda que ela e Roberto não pretendem ter mais filhos. Além de Vicky, Justus é pai de quatro filhos. "A fábrica já fechou. Combinamos que seria um só, e essa decisão foi tomada desde o início do relacionamento", contou ela.

A influenciar também falou sobre a questão da silhueta pós-parto, acrescentando que, embora perca peso facilmente, "o corpo não é prioridade no pós-parto".

"Muitas pessoas mostram aquela evolução, fazendo foto da barriga de biquíni, no espelho. Não julgo porque pesquisei muito essas fotos antes de engravidar e acompanhei pessoas que fizeram. Não me incomodo de ver, mas sei que nas redes sociais as pessoas se comparam com a gente. Então, decidi não fazer (...) Não quis frustrar ninguém e ser símbolo dessa comparação", diz.

Mães e filhos