PUBLICIDADE

Topo

Menina de 12 anos se casa com dois homens em menos de um mês no Quênia

Garota foi obrigada pela família a se casar - SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty
Garota foi obrigada pela família a se casar Imagem: SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty

Do UOL, em São Paulo

15/07/2020 12h13

Autoridades quenianas resgataram uma menina de 12 anos que foi obrigada a casar com dois homens em menos de um mês. As informações são da BBC.

O pai da menina a forçou a casar com um homem de 51 anos. A adolescente, que não teve sua identidade revelada por proteção, fugiu e então se casou com outro homem de 35 anos até que foi resgatada por autoridades e funcionários de ONGs que atuam em Nairóbi.

Por lei, pessoas com menos de 18 anos não podem se casar no Quênia, mas o casamento infantil ainda é uma realidade no país africano.

O primeiro noivo teria oferecido quatro vacas como dote, mas a menina continuou a recusar e foi espancada por primos. Então ela fugiu e se casou com o outro homem.

"O pai a entregou ao homem idoso para se casar. Ela não tinha opção a não ser se casar com o homem mais jovem", disse Joshua Kaputah, da Associação de Paz do Condado de Narok, à BBC.

Segundo Kaputah, a pobreza e a pandemia podem aumentar o número de casamentos infantis no país.

As autoridades agora buscam pelo pai e pelos dois noivos que se esconderam.

Direitos da mulher