PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Tinder é acusado de excluir pessoas trans; empresa nega

Influencer Romagaga reclama que seu perfil no Tinder é constantemente banido - Reprodução/Instagram @romagaga
Influencer Romagaga reclama que seu perfil no Tinder é constantemente banido Imagem: Reprodução/Instagram @romagaga

Luiza Souto

De Unviersa

12/07/2020 15h58

Em vídeo publicado nas suas redes, neste domingo (12), a influencer trans Romagaga faz um desabafo contra o aplicativo de relacionamento Tinder: "Faço uma conta lá e em um minuto sua banida. Isso não é justo, isso é crime, e as pessoas estão passando o pano". Logo em seguida, pipocaram diversas mensagens de apoio à artista, em que internautas afirmam ter passado pela mesma situação.

No vídeo, Romagaga diz que vem denunciando a plataforma desde 2018, e reclama o fato de a empresa usar a bandeira LGBTQ+ sem realmente incluir a todos.

Recentemente, inclusive, a empresa anunciou que a partir de julho os usuários poderiam escolher mais opções nos campos de gênero e orientação sexual do aplicativo. Até aqui, as únicas alternativas disponíveis para gênero eram homem e mulher. Com a atualização, os usuários teriam 26 opções.

Por causa do post, a hashtag #TinderTransfobico foi uma das mais compartilhadas no Twitter, por usuários com histórias parecidas.

Nesses posts, internautas afirmam, inclusive, que já tentaram entrar em contato com o Tinder para entender o porquê da exclusão de seus perfis.

Em nota enviada a Universa, a empresa informa estar dedicada a tornar o aplicativo melhor para "todes" conhecerem novas pessoas. E frisa que não bane usuários por conta da sua identidade de gênero, para depois afirmar que está totalmente comprometida em desenvolver recursos inclusivos que garantam aos usuários expressar quem são. "No entanto, sabemos que nosso trabalho não está concluído", observa na nota.

"Reconhecemos que a comunidade trans enfrenta desafios no Tinder, incluindo ser injustamente denunciada por matches potenciais. Esta é uma questão complexa e multifacetada e estamos trabalhando em estreita colaboração com organizações ao redor do mundo para melhorar constantemente nossas práticas. Recentemente, anunciamos a chegada de Identidades de Gênero no Brasil em julho, expandindo as opções disponíveis para membros que se identificam além dos gêneros binários".

Por fim, a empresa pede que aqueles que acreditam que foram banidos injustamente por denúncias relacionadas a sua identidade de gênero, que entrem em contato através do e-mail questions@gotinder.com.

Diversidade