PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Por que flecha representa Sagitário? Significado de cada símbolo dos signos

Você já reparou que cada signo tem uma figura associada? - Getty Images/iStockphoto
Você já reparou que cada signo tem uma figura associada? Imagem: Getty Images/iStockphoto

Claudia Dias

Colaboração para Universa

10/07/2020 04h00

Já parou para pensar por que o símbolo de Gêmeos se parece com o número dois, em algarismo romano, ou qual a razão de ondinhas representarem o signo de Aquário, e não o de Peixes?

A astrologia, estudo da influência dos astros que acumula milhares de anos de muita observação e análise, está diretamente associada às constelações, que dão nomes aos signos.

E cada um deles tem um símbolo que o representa. "Os símbolos sofreram mudanças com o passar do tempo. Nossos antepassados relacionaram ao que observavam em animais e outras simbologias que os cercavam", resume a astróloga Cristiane Toledo.

A seguir, ela explica todo o simbolismo existente na representação de cada signo.

Conheça os símbolos de cada signo do zodíaco

Áries

Remete ao rosto humano, com dois semicírculos estilizados que indicam as sobrancelhas, com uma linha ao centro, numa referência ao nariz. Da mesma forma, lembra a face de um carneiro, com os chifres curvados acima. Em ambas situações, tem ligação clara com a cabeça, parte do corpo regida por Áries. Retrata a natureza impetuosa do signo e a capacidade de enfrentar desafios "de cabeça", obstinado.

Touro

O símbolo de Touro relaciona-se à cabeça do bovino que dá nome ao signo. Aprofundando um pouco, o círculo mostra a plenitude da vida - o taurino progride graças à sua habilidade de recolher nutrição e recursos materiais existentes em seu ambiente.

Gêmeos

Pode-se dizer que Gêmeos é simbolizado pelos dois pulmões, os braços e o tórax, partes do corpo associadas ao signo. Junto das cordas vocais, os pulmões são os meios físicos que permitem ao homem falar - e o geminiano fala mais do que a média. Enquanto isso, os braços são instrumentos para escrever e gesticular, ativando a comunicação tão forte no geminiano. Ainda é visto como o número dois em algarismo romano (II), representando a dualidade do signo.

Câncer

Há algumas leituras diferentes. Uma delas é a estilização de seios, que alimentam, aconchegam e são parte da anatomia regida por Câncer. Pode-se ver, também, duas taças, uma voltada para baixo e outra, para cima, exemplificando a coleta de recursos em uma das mãos - com a outra, tais recursos podem ser dados aos entes queridos em épocas difíceis. O símbolo ainda representa garras do caranguejo, numa referência à natureza apegada e fiel do signo.

Leão

Com o símbolo de Leão, observa-se a juba do grande felino, resgatando a natureza real desse representante do zodíaco. Tem a ver, ainda, com o coração humano, parte do corpo com regência leonina. Nessa visão, o coração é o centro, de onde o sangue é bombeado para o resto do organismo e ponto de retorno, após sua longa jornada.

Virgem

As espiras (o "m") do símbolo representam o intestino, órgão regido por Virgem. Desta representação, também pode-se derivar a característica multifacetada e engenhosa dos nascidos em tal casa do horóscopo. A alça fechada final ainda pode ser interpretada como uma vagina intocada, o que atribui ao signo um grande potencial para a autoexpressão criativa.

Libra

Sétimo signo, Libra é o ponto mediano do zodíaco, que corresponde ao meio do corpo, entre o diafragma e o umbigo. Considerando a ideografia, Libra é a junção de forças entre pensamento e a manifestação desse pensamento, sob uma forma física - no caso, a balança, representada em seu símbolo. Assim, o signo procura equilibrar o real com o ideal, constantemente.

Escorpião

O próprio aracnídeo e sua cauda, prontos para o ataque, estão retratados no símbolo de Escorpião. Analisando sob a ótica da ideografia, o que se vê é a natureza regenerativa das forças vitais que ele tem à mão. Uma terceira análise considera a representação do órgão sexual masculino ereto. A espira (arco) na primeira parte do símbolo representa a tensão e a força potencial anteriores ao orgasmo.

Sagitário

Signo que rege as coxas e a porção superior da perna até o joelho, o símbolo de Sagitário representa a flecha, simbolizando a mente do nativo que não para de pesquisar e buscar algo. Sagitário adora enviar flechas ideológicas e varar o ar em jornadas expansivas. O centauro, associado ao signo, sugere a natureza dual que reúne instinto e intelecto.

Capricórnio

Estabilidade e conformidade são as qualidades de Capricórnio, identificado por um caprino que saiu das águas do inconsciente (para trazer a civilização à humanidade), tendo metade do corpo transformado em animal aquático. O simbolismo do signo mostra essa mistura, com os chifres do quadrúpede entrelaçados com a cauda de um peixe. Faz alusão ainda ao fato de a cabra ter os pés seguros e cautelosos, sempre que escala a montanha em busca de alimento. Da mesma forma, o nativo emprega todos os recursos possíveis para alcançar o sucesso.

Aquário

Como os tornozelos são regidos por Aquário, uma das interpretações é que o símbolo representa o movimento dos pés em movimento. Também retrata ondas, resgatando a disseminação de informação, uma característica forte do signo. Tais movimentos da água ainda simbolizam a união da intuição e da razão no humanitarismo.

Peixes

Dois peixes nadando em direções opostas, mas ligados ao centro, numa representação da natureza fluida e hesitante do signo, é a primeira leitura do símbolo. Pode, também, ser entendido como dois calcanhares, um contra o outro, ou seja, cada pé em direção diferente, ligados por um cordão. Neste caso, as duas direções que os pés estão caminhando representam a luta constante do pisciano entre uma participação no coletivo da humanidade, como um todo, e uma individualização do eu, como um agente separado. "Ser ou não ser" descreve o dilema de Peixes.

Alto Astral