PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Escolas de Seattle terão temas LGBTQ+ no currículo

Getty Images
Imagem: Getty Images

De Universa, em São Paulo

09/07/2020 14h56

O distrito escolar de Seattle, nos EUA, aprovou medidas para tornar o ensino na cidade mais inclusivo para estudantes LGBTQ+. Zachary DeWolf, presidente do painel de diretores que administra o distrito, comemorou a passagem do pacote de mudanças como um momento "histórico e transformador".

De acordo com o site Out, uma das mudanças implementadas será a inclusão de história e cultura LGBTQ+ no currículo de ensino oficial das escolas de Seattle. Outra medida é a obrigatoriedade da inclusão de ao menos um banheiro de gênero neutro em cada nova escola construída na cidade.

A norma é flexível na configuração deste banheiro de gênero neutro: ele pode ser um sanitário único, separado dos banheiros masculino e feminino; ou um banheiro completo, com várias cabines e pias para o uso de vários alunos ao mesmo tempo.

O texto da resolução ainda faz outras promessas: inclusão de banheiros neutros em escolas já construídas; priorização de treinamentos de conscientização para professores e funcionários quanto a causa LGBTQ+; e a possível renomeação de uma das escolas do distrito para homenagear um nome importante para o movimento.

"Os estudantes não são só uma reflexão do mundo, o mundo é uma reflexão dos estudantes. Precisamos sempre nos atualizar para servi-los melhor", comentou DeWolf a uma TV local. "O nosso currículo precisa ser um espelho dos jovens que o recebem. Precisamos mostrar aos jovens LGBTQ+ que eles têm uma comunidade forte ao redor deles".

A decisão do distrito escolar de Seattle ecoa uma resolução parecida do governo de outro país: a Escócia, que recentemente se tornou a primeira nação do mundo a incluir história LGBTQ+ no currículo escolar nacional.

Diversidade