PUBLICIDADE

Topo

Papo de vagina

Amy Schumer quer quebrar tabu da menstruação: 'Não temos educação sexual'

Amy Schumer  - Getty Images
Amy Schumer Imagem: Getty Images

De Universa, em São Paulo

08/07/2020 11h37

Amy Schumer quer ser "a irmã mais velha" de todas as meninas quando se trata de dar informações e quebrar o tabu em torno da menstruação. A comediante fez parceria com uma marca de absorventes internos para uma campanha que busca conscientizar sobre a forma certa de lidar com o ciclo menstrual, e remover "toda a vergonha e o estigma" em torno do assunto, segundo a People.

"As mulheres e meninas têm todas essas ideias erradas e medos [sobre a menstruação], porque não temos muita educação sexual por aí. Só 24 estados [dos EUA] exigem algum tipo de educação sexual nas escolas, é só 13 desses estados exigem que as instituições ensinem essas coisas direito, com estudos científicos devidamente atualizados", relatou.

"Então, se você não tem uma irmã mais velha, ou se sua mãe não é superatualizada nestes assuntos, é difícil encontrar alguém em quem você pode confiar neste sentido. Eu espero poder ser essa irmã mais velha, explicando as coisas que eu aprendi", disse.

Experiência própria

Para começar esse processo educacional, Amy compartilhou um pouco de sua própria jornada com a People. "Eu lembro que minha mãe tentou me informar sobre a menstruação, mas ela nunca me ensinou como colocar um absorvente interno. Eu não aprendi isso até uns bons anos depois", contou.

Muitas mulheres desistem de usar absorventes internos porque se queixam de desconforto, e Amy tem uma resposta possível para isso: "As pessoas não entendem que o seu ciclo pode mudar, e você pode precisar trocar de tamanhos. Eu só usava o mesmo que minha mãe usava. Se está doendo quando você coloca, tente um tamanho menor", recomendou.

Outra dúvida recorrente, principalmente entre novas adeptas, é a posição correta em que o absorvente deve ficar. "Eu também não sabia quão fundo colocar. Algumas mulheres não sabem que não estão colocando fundo o bastante. Você não deveria sentir o seu absorvente interno em você no dia a dia. Eu não aprendi nada disso por tempo demais", disse ainda.

Amy também comentou como o seu temperamento bem-humorado a ajudou a lidar com o ciclo menstrual na adolescência. "Quando eu comecei a menstruar, eu não entendia por que tinha que me envergonhar disso. Eu levantava a mão na sala e dizia: 'Posso ir ao banheiro?'. Se meu professor dizia não, eu respondia: 'Eu preciso trocar meu absorvente. Estou menstruada'", contou.

"Todo mundo ria, e o professor ficava envergonhado, o que me fazia pensar: 'Ah, então eu deveria ter vergonha disso?'. Eu dizia para as pessoas que estava menstruada como alguém que pergunta 'que horas são?'. Foi muito normalizado para mim, e espero que seja assim para muitas outras pessoas", completou.

Papo de vagina