PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Ele se assumiu gay aos 90, vinte anos depois de a filha dizer que é lésbica

Kenneth Felts com seu moletom em cores do arco-íris - Reprodução/Facebook
Kenneth Felts com seu moletom em cores do arco-íris Imagem: Reprodução/Facebook

De Universa, em São Paulo

25/06/2020 09h15

Se você passou algum tempo nas redes sociais recentemente, provavelmente topou com posts sobre Kenneth Felts. Ele sempre aparece sorrindo nas fotos compartilhadas por várias páginas e perfis, usando um moletom nas cores do arco-íris.

Ken, como ele prefere ser chamado, tem 90 anos e acabou de se assumir gay para familiares e amigos na cidade de Arvada (EUA). De acordo com o jornal "The Denver Post", ele começou recentemente a escrever a sua autobiografia, o que trouxe de volta muitas memórias.

Em uma conversa casual, Ken "deixou escapar" para a filha, Rebecca Mayes, que o grande amor de sua vida havia sido um homem chamado Phillip. Foi a primeira vez que ele mencionou qualquer coisa sobre sua sexualidade para ela. No entanto, mais de vinte anos antes, os papéis estavam invertidos.

Logo após sair da faculdade, foi Rebecca quem contou ao pai que era lésbica — e se viu surpresa com sua aceitação quase imediata dela e da então namorada Tracie, que hoje é sua mulher. "Ele é muito corajoso, e nem percebe que é. É extraordinário", definiu Rebecca ao jornal.

Uma vida no armário

Falando sobre sua jornada de autoaceitação tardia, Ken brincou que estava "muito fundo no armário, atrás de várias camadas de roupa".

"Quando abri aquela porta finalmente, eu estava muito assustado sobre o que as pessoas diriam", disse. "Estava preocupado, porque eu preciso de pessoas na minha vida. Não poderia suportar a ideia de perdê-las só porque finalmente decidi ser quem eu realmente sou".

"Nos anos 50, 60, 70, assumir-se gay era uma experiência horrenda. Foi por isso que eu nunca considerei fazer isso. Não havia uma comunidade gay, organizações gays. As pessoas que se assumiam estavam sozinhas, não tinham apoio. Eu não tive essa coragem", comentou ainda.

Para as pessoas que continuam no armário, sejam elas mais novas ou de sua idade, Ken tem um conselho: "Não subestime os seus amigos e sua família. Você pode se surpreender com eles caso decida se assumir. Aproveite a vida enquanto tem, porque você só terá uma".

Diversidade