PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Parlamento do Gabão vota a favor de descriminalização da homossexualidade

nito100/iStock
Imagem: nito100/iStock

De Universa, em São Paulo

24/06/2020 11h08Atualizada em 24/06/2020 12h38

O parlamento do Gabão votou ontem a favor de uma proposta que descriminaliza o ato homossexual no país. O país da África subsaariana pode se tornar, com isso, um dos primeiros da sua região a reverter um artigo de lei de 2019 que pune com até seis meses de cadeia a prática sexual entre pessoas do mesmo sexo.

Ao todo, 48 parlamentares votaram pela reversão da lei, enquanto 24 votaram contra e 25 se abstiveram, segundo informações da Reuters. Um dos membros do parlamento que votaram contra a descriminalização lamentou que a decisão vai "enfraquecer a nação, seus costumes e tradições".

O casamento entre pessoas do mesmo sexo ainda é proibido no Gabão, onde discussões públicas sobre homossexualidade continuam sendo um tabu.

Segundo o Human Dignity Trust, o país africano é um dos 73 ao redor do mundo que ainda definem o ato homossexual como crime. A lista inclui países como Indonésia, Jamaica, República Dominicana, Guiana, Irã, Iraque, Síria, Sri Lanka e Zimbábue. Confira o mapa completo.

Diversidade