PUBLICIDADE

Topo

Luiza Ambiel diz gostar "mais do corpo hoje" e lamenta padrões de beleza

A atriz comentou sua participação no reality show "Made in Japão" e relembrou críticas de seguidores ao seu corpo - Reprodução/Instagram
A atriz comentou sua participação no reality show 'Made in Japão' e relembrou críticas de seguidores ao seu corpo Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

15/06/2020 10h31

Luiza Ambiel, 48, revelou que prefere o seu corpo como está agora do que nos anos 90 quando tinha que lidar com a pressão para se encaixar nos padrões de beleza por trabalhar na televisão.

A atriz trabalhou na "Banheira do Gugu", do programa Domingo Legal, apresentado por Gugu Liberato. No quadro, Luiza usava biquíni e tinha que impedir os participantes de pegarem um sabonete dentro da banheira.

Em entrevista à revista Quem, Luiza contou que, atualmente, tem que 'brigar para ficar magra', mas prefere pensar que tem a beleza da sua idade.

"Gosto mais do meu corpo agora. Claro que tem dias em que olho para mim e penso: 'Nossa! Estou ficando velha'. Existe essa cobrança das pessoas que não deixam a gente envelhecer. Eu vou ter a beleza da minha idade. Aprendi a me olhar de uma forma diferente. Quando olho para a minha mão, que não é mais a mesma de 20 anos atrás, não digo mais, 'que mão de velha'. Penso: 'Estou com a mão de uma mulher de 48 anos'. E isso está ok", comenta.

Luiza relembrou os comentários de seguidores nas redes sociais criticando as mudanças em seu corpo: "Existe esse padrão de beleza da sociedade e se fico mais cheinha, perco trabalho. Mas tenho consciência de que nunca mais vou voltar a pesar 59 quilos. Já ouvi de seguidor que estava gorda e conselhos para emagrecer porque sou uma mulher grande e a TV engorda. Mas repito que gosto mais de mim hoje".

Cuidados

Atualmente, Luiza tem uma alimentação saudável e contou que desde que entrou para o reality show "Made in Japão", apresentado por Sabrina Sato na Record, começou a fazer academia, mas por conta da pandemia do novo coronavírus, no momento, faz exercícios em casa.

"Tenho uma alimentação saudável agora. Dou preferência a me alimentar com comida de verdade. Voltei a treinar também com o Made in Japão. Estava muito sedentária, mas como sempre fiz esportes, achava que o músculo tinha memória e fui crente nesta ideia. Me lasquei. O programa tem um monte de provas que me deixam muito cansada. Não tinha resistência física mais. Agora estou ligeira", disse Luiza.

Autoestima