PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

Como Léo Santana e Lore Improta: quando vale dar uma chance ao namoro ioiô?

Lorena Improta e Léo Santana: idas e vindas desde 2017  - Reprodução/Instagram
Lorena Improta e Léo Santana: idas e vindas desde 2017 Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

13/06/2020 13h12

Desde 2017, o cantor Léo Santana e a dançarina e influencer Lorena Improta mantêm um relacionamento cheio de idas e vindas e, oficialmente, não estão juntos. Mas, na sexta-feira (12), Dia dos Namorados, Léo postou um vídeo no Instagram dançando com Lorena, o suficiente para os fãs pedirem a ambos que confirmem que estão dando uma nova chance ao amor.

Se isso se concretizar, essa seria a quarta vez que Lore e Léo reatam o namoro. O cantor já chegou a declarar, em uma das vezes que voltaram a ficar juntos, que não queria expor a vida pessoal justamente para evitar burburinhos sobre os dois.

Juntos ou não, o fato é que esse tipo de relação que intercala términos e voltas é mais comum do que a gente imagina. É o chamado relacionamento ioiô. E a pergunta que fica é: será que vale insistir em novas tentativas?

Quer voltar? Então tente começar do zero

Para a psicóloga clínica Sabrina Gonzalez*, o que costuma alimentar um relacionamento ioiô é a baixa autoestima dos dois integrantes do casal. "É como se a falta perspectiva de arranjar alguém melhor faça com que os casais se agarrem ao que têm, mesmo quando ninguém está satisfeito", diz.

Se você já pensou bem e decidiu que vale a pena insistir, a melhor estratégia, segundo Sabrina, é mudar de estratégia na tentativa de fazer essa história finalmente dar certo. De acordo com a especialista, o correto é começar o relacionamento do zero, com os dois dispostos a reconhecerem os comportamentos tóxicos que costumam ter e se comprometendo a mudarem isso. Caso contrário, a chance de tudo dar errado novamente é enorme.

Amadurecer é reconhecer e evitar antigos problemas

Em vez de brigar no primeiro confronto que tiverem, tentem usar esse momento para refletir. Ou seja: use as discussões como forma de aprendizado para melhorar de vez a relação com o par. Se mais uma vez decidirem se separar, na ilusão de encontrarem outro amor e uma relação sem dificuldades, vão acabar se frustrando novamente.

Além disso, se os dois não mudarem seu comportamento em relação a aspectos que desagradavam o outro, é questão de tempo para uma nova discussão e término. "O problema não é ter problema, mas sim os mesmos problemas. E é justamente isso: como insistir em um relacionamento assim? Melhor recomeçar do zero e propor uma mudança mútua para dar certo, se não os dois vão fracassar do mesmo jeito que das outras vezes", diz a psicóloga.

*Com informações da matéria Seu namoro é ioiô? 4 dicas para o relacionamento finalmente dar certo

Relacionamentos