PUBLICIDADE

Topo

YouTube barra clipe de integrante do Faith No More com o namorado

O vídeo foi retirado da plataforma por "violações sexuais" - Divulgação
O vídeo foi retirado da plataforma por "violações sexuais" Imagem: Divulgação

De Universa, em São Paulo

26/05/2020 20h16

O tecladista do Faith No More, Roddy Bottum, anunciou hoje que o YouTube removeu o videoclipe de estreia de seu projeto musical MAN ON MAN alegando "violações sexuais". No vídeo, ele e o namorado aparecem de cuecas brancas.

Premiere video from MAN ON MAN.

Uma publicação compartilhada por MAN ON MAN (@manonmanmusic) em

"Por motivos desconhecidos, o vídeo de 'DADDY', do MAN ON MAN, foi removido pelo YouTube por violações sexuais. Por enquanto, está no nosso perfil do Instagram", afirmou o músico no Twitter.

Na rede social, os fãs elogiaram o vídeo e comentaram: "Se o vídeo fosse recriado com mulheres de biquíni, não teria sido removido."

"Já vi coisas muito piores no YouTube do que duas pessoas dividindo sua arte e seu amor... Alguém provavelmente reclamou que são dois homens, como se não estivéssemos em 2020. Que bom que você encontrou outro lugar para publicar. Música excelente, e vídeo incrível", disse outro fã.

Em entrevista à revista Rolling Stone, Roddy Bottum afirmou que a intenção do projeto é "abordar a importância da criatividade e da união" durante a pandemia do novo coronavírus. E explicou o motivo pelo qual optaram por fazer as imagens promocionais de cueca:

"Há representações suficientes na comunidade gay de jovens homens bonitos e sem pêlos. É bom representar uma facção de nossa cultura que não é assim. É algo estridente e bem cuidado. Com base nas respostas etaristas e homofóbicas postadas na seção de comentários de um veículo heterossexual que publicou nossa foto, fico feliz por sermos esses rostos no mapa queer."

Diversidade