PUBLICIDADE

Topo

Beleza

O que fazer sem salão na pandemia? Rodrigo Cintra tira dúvidas mais comuns

Unsplash
Imagem: Unsplash

Rodrigo Cintra

Colaboração para Universa

26/05/2020 04h00

Muitos tutoriais na internet ensinam a mudar os fios para adotar um corte tendência ou uma nova coloração ou ainda dão dicas com técnicas que ajudam a alisar. E, na quarentena, tem muita gente se arriscando, tentando copiar esses tutoriais. Não paro de receber dúvidas por meio das redes sociais — e tem muito arrependimento.

Por enquanto, confira as questões mais comuns que recebo. E peço que você tenha um pouquinho de paciência. Tudo isso vai passar e estamos juntos. Logo você vai poder fazer aquele corte ou transformação que sempre quis, mas não sozinha — e sim com seu cabeleireiro.

Ao retocar a raiz do cabelo, com a tonalidade de sempre, a raiz fica mais escura. Por que isso acontece?
No meio e nas pontas, o cabelo começa um processo de desbotamento. Quando a raiz é retocada, aquele pigmento que acabou de entrar está muito mais forte. Dica: se isso incomoda você, é possível clarear um tom (peça para seu cabeleireiro quando puder voltar no salão) e não vai sentir tanta diferença na próxima coloração.

A progressiva, junto com as luzes, pode quebrar o cabelo?
Antes de qualquer coisa, é preciso ficar atento à base química dessa progressiva. Se for alguma base de alisamento, como amônia, guanidina ou hidróxido de sódio, tem que ter cuidado, pois realmente, na descoloração, você pode ter algum problema de incompatibilidade química e o cabelo pode vir a quebrar.

Se você tem vontade de fazer as luzes, é muito simples: quando a volta ao salão estiver liberada, peça ao cabeleireiro uma mecha teste. Ele pega uma mecha bem pequena da parte de trás, passa o produto e deixa no tom que você quer, além de verificar a elasticidade do cabelo. Se depois da descoloração o fio estiver totalmente íntegro e forte, pode fazer sem problema. Agora, se no processo de descoloração o cabelo ficar muito elástico, ele vai orientar para não fazer.

Fiz luzes e meu cabelo ficou amarelado, além de muito ressecado. O que faço agora?
Espere um pouco. Deixe seu cabelo descansar antes de tomar qualquer atitude. Fique pelo menos de um a dois meses sem química e hidrate a cada 10 dias -- quando os salões forem reabertos, faça inclusive com hidratações lá. Sabemos que os cabelos com química/descoloridos tendem a ficar mais ressecados e opacos. Em casa, invista ainda em um spray de brilho para ajudar a alcançar a finalização ideal, com muita luminosidade e maciez.

Cabelo crespo - Unsplash - Unsplash
Imagem: Unsplash

A raiz do meu cabelo é crespa. Com o aplique, ele cai muito. Como deixar mais lisa e evitar quedas?
O cabelo cacheado, quando usado com estilo, fica diferente. Uma sugestão para seu fio ficar mais saudável, e que vai dar menos trabalho, é: pare de fazer megahair e qualquer procedimento de alisamento. Comece a explorar seu cacho e aposte no volume.

O CC Cream é ótimo para a função de definir os fios, além de hidratar, proporcionar menos queda e deixar as madeixas crespas mais emolientes. Para a finalização desejada, procure passar o produto nos fios úmidos, do comprimento às pontas, mecha por mecha, e amassar.

Fiz luzes platinadas e quando a raiz cresceu ficou aquela marca indesejada. Existe algum fundo para não ficar essa marca? Qual xampu é o ideal?
Peça ao profissional mechas finas, pois as mechas largas precisam de mais manutenção. O segredo é um procedimento para "apagar" a raiz. A técnica é usada só na saída da mecha para esfumaçar e não ter aquela marca. Depois disso, são "costurados" alguns fios de luzes bem fininhas. A vantagem é, durante o crescimento, ela não marcar os fios e o retoque ser realizado a cada quatro meses.

Quando devo usar máscaras de nutrição ou reconstrução?
Para o tratamento ser eficiente, você deve optar pela máscara certa! Cada tipo de cabelo danificado precisa de uma substância de recuperação específica. Se você descoloriu os fios, as máscaras de reconstrução, à base de queratina, são a solução. Evitam a quebra e deixam as madeixas mais firmes.

Já o excesso de tudo que deixa o fio ressecado, como cloro de piscina, sal do mar e os raios solares, pedem por máscaras de nutrição. Sendo a base de óleos, essas substâncias são responsáveis em recuperar o brilho e maciez.

Vitamina T realmente faz crescer?
Sabe quando falam que, para crescer, tem que cortar? Pois é! Tirar as pontinhas ressecadas é fundamental. Explico: o couro cabeludo manda todos os nutrientes da fibra para as pontas secas, com o intuito de recuperá-las. Entretanto, esse processo gera um atraso de nutrientes para a raiz, fazendo com que o cabelo tenha menos força e um crescimento lento. Dica: tenha sempre uma programação de corte, pois o visual perfeito, seja para fios finos ou grossos, consiste em movimento.

Como não tornar vilões os equipamentos de alta temperatura?
A chapinha, o secador e o babyliss são equipamentos que aquecem a quase 200 graus. Se seu cabelo já está quebrando, eles fatalmente vão terminar de quebrar, Portanto, se puder, evite usá-los. Caso seja fundamental, invista em protetores térmicos, que formam uma capa em volta do fio, protegendo a saúde capilar.

Estimular a circulação faz o cabelo crescer?
Sim! Uma massagem no couro cabeludo pode fazer com que os nutrientes cheguem mais facilmente na fibra capilar, quando aliada a fios bem penteados, utilizando pente de madeira. Além disso, é possível manter o fio mais hidratado, pois o material ajuda a regular a distribuição de sebo, fazendo com que a oleosidade natural seja proporcional em todo comprimento.

Tenho um rosto mais arredondado e quero aderir aos cortes curtos. Vai combinar?
Mulheres com rosto mais arredondado, quando cortam o cabelo curto, têm a face aumentada. Uma possibilidade é fazer um corte potencializando o volume na parte superior. Com isso, você verticaliza a imagem e ganha um afinamento de rosto. Como é o caso de Selena Gomez. A cantora, mesmo com bochechas, nariz e boca bem redondinhas, não deixa de apostar nos fios acima dos ombros.

Beleza