PUBLICIDADE

Topo

Móvel em lugar errado atrapalha sono, mas cristais e cores ajudam. Aprenda

Arrumar o quarto não é só questão de organização. Aprenda a equilibrar energia do cômodo - fotostorm/Getty Images
Arrumar o quarto não é só questão de organização. Aprenda a equilibrar energia do cômodo Imagem: fotostorm/Getty Images

Claudia Dias

Colaboração para Universa

24/05/2020 04h00

Se anda difícil ter uma noite de descanso reparadora, talvez seja hora de atentar a alguns detalhes no quarto. O posicionamento dos móveis, as cores no ambiente e até cristais, quando escolhidos corretamente, podem melhorar bastante a qualidade do sono. Como observa Yara Vieira, especialista do Astrocentro, é importante que o cômodo seja o mais leve possível, já que isso reflete em como as pessoas que dormem nele vão se sentir durante o dia.

Além do mais, a energia do ambiente está diretamente ligada à forma como o morador projeta o espaço. É por essa razão que a consultora recomenda seguir algumas dicas.

Organizando a energia do quarto

Feng Shui em ação

Yara explica que, segundo Feng Shui (a técnica chinesa de harmonização de ambientes), determinadas intervenções, sejam pequenas ou grandes, fazem as pessoas se sentirem melhor nos espaços. Para que isso ocorra no canto de dormir, a especialista sugere três ideias fáceis de serem aplicadas. "Vão garantir uma boa noite de sono e descanso, usando a energia do quarto", garante.

  • Cores: do relaxamento ao amor vibrante

Um dos principais detalhes a considerar envolve as tonalidades predominantes dos ambientes - nas paredes, nos móveis, na roupa da cama ou na decoração. "A escolha das cores deve ser feita com muito cuidado, pois elas podem ativar áreas comportamentais indesejadas", avisa. Yara comenta que, pelo Feng Shui, os melhores tons para o quarto são: azul, vermelho e amarelo.

"A cor do mar é responsável por proporcionar o sentimento de tranquilidade e conforto. Pela serenidade da cor, um quarto azul transmite conforto, harmonia e paz", pontua a especialista. O lado não tão legal é que, se usada em excesso, pode remeter à monotonia.

Já o vermelho transmite a energia de romance, energia e vitalidade - e é muito bem-vindo em quartos de casal, pois mantém acesa a chama do relacionamento. O ponto negativo é que o exagero cromático provoca cansaço, efeito contrário ao desejado descanso. Por isso, deve ser adotado em doses pequenas.

"O amarelo proporciona energia e a ideia de alegria no ambiente. Representa sabedoria, conhecimento e tolerância", diz Yara. Tais estímulos — tão necessários em tempos de covid-19 — são despertados no dono do quarto, graças ao tom amarelado. Mas por também ser uma cor vibrante, não deve ser usada demasiadamente.

Yara ressalta que o fato dessas três tonalidades serem as mais indicadas para o cômodo não impede o uso das demais. "Você pode e deve utilizar a cor que quiser. A grande dica é saber os sentimentos que serão transmitidos e tentar criar uma atmosfera boa, balanceada", opina.

  • Cristais estimulam boa energia

Embora pequenos, cristais podem proporcionar uma energia gigantesca. Para o quarto, os que mais ajudam a dormir melhor, por criarem a circulação de boa energia no ambiente, são:

  1. Pedra da lua: ajuda a acalmar e proporciona uma noite de sono tranquila. Além disso, auxilia no fortalecimento do emocional e da mente.
  2. Ametista: proporciona equilíbrio dos chakras superiores, além de muita proteção. No quarto, é propícia para quem procura por revelações nos sonhos e calmaria durante a noite.
  3. Malaquita: é o cristal perfeito para quem tem muitos sonhos ruins. Estimula pensamentos e imagens positivas, impedindo que pesadelos cheguem durante a noite. Por isso, deve ser deixada perto da cama.

Posição dos móveis

Outro ponto importante a ser observado é a posição dos móveis no quarto. "Para que o ambiente esteja harmonizado, é preciso ter espaço - tanto para o conforto quanto para a energia fluir", observa. A cama, principal estrutura do cômodo, deve contar com cabeceira, item que vai transmitir segurança e, consequentemente, afetar o sono. O móvel deve, ainda, estar encostado na parede e posicionado de frente para a porta de entrada, deixando à vista quem entra ou sai do ambiente.

"Se estiver de costas para a porta, indica que o dono do quarto está dando as costas para os acontecimentos da vida", pontua Yara. Ela recomenda ainda evitar prateleiras acima da cama, eliminando a sensação de opressão. "E não se deve deixar nada embaixo da cama, pois isso atrapalha a fluidez da energia no ambiente", lembra.

Em relação ao guarda-roupa, não há uma regra fixa, mas a peça deve favorecer a posição da cama, permitindo a circulação do dono do quarto. "O ideal é que não seja muito grande, para dar a ideia de espaço maior no ambiente", sugere Yara.

Outra intervenção necessária para uma boa noite de sono está relacionada aos espelhos, que não devem nunca refletir a cama. "É a única restrição", finaliza Yara.

Alto Astral