PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

'Fico com quem quiser', diz Florence Pugh sobre namorar ator mais velho

Florence Pugh - AFP
Florence Pugh Imagem: AFP

De Universa, em São Paulo

07/05/2020 09h48

A atriz Florence Pugh afirmou que acha "bizarro" que pessoas que nunca a conheceram se achem no direito de criticar o seu relacionamento com o colega de profissão Zach Braff. O casal foi alvo de comentários maldosos na web quando foram fotografados por paparazzi — tudo por causa da diferença de idade: Florence tem 24 anos, e Zach, 45.

Quando um seguidor no Instagram comentou sobre a idade do seu namorado de forma derrogatória ("Você tem 45 anos, cara"), a atriz de "Adoráveis Mulheres" e "Viúva Negra" respondeu: "E ainda assim ele é gostoso". Em entrevista à Elle UK, ela definiu a réplica como "necessária".

08.06.2014 - Zach Braff no Tony Awards - Getty Images - Getty Images
08.06.2014 - Zach Braff no Tony Awards
Imagem: Getty Images

"As pessoas precisam perceber que isso dói. Eu tenho o direito de ficar com quem quiser, e sair com quem quiser. Eu sempre achei isso muito bizarro. Eu sou atriz porque amo atuar, e não me importo se as pessoas querem saber o que está acontecendo na minha vida particular, mas elas não podem me dizer se o que estou fazendo nela é certo ou errado", argumentou.

"Eu sei que parte de estar sob os holofotes é que as pessoas vão acabar invadindo minha privacidade, e terão opiniões sobre o que faço com a minha vida, mas é estranho quando pessoas que nem me conhecem têm permissão de demonstrar tanto ódio em relação a mim ou ao meu relacionamento", continuou.

"Eu hesito em falar sobre isso o tempo todo, porque não é algo que quero destacar, mas o meu ponto é que é muito errado que um estranho possa simplesmente destrinchar o meu relacionamento e criticá-lo, e agimos como se estivesse tudo bem", completou.

Autoestima na quarentena

Florence também comentou sobre como está lidando com o período de isolamento ditado pela pandemia do novo coronavírus. Ela confessou que ama cozinhar, e que portanto está passando boa parte do seu tempo testando novas receitas — e tentando não se cobrar demais.

"Eu fiquei surpresa ao perceber que sou muito dura comigo mesma! Vivendo sozinha em casa, eu percebi que não há porque gastar energia se irritando consigo mesma — por não ler aquele livro, escrever aquela música, ou malhar naquele dia", contou.

"Eu estou me ensinando a encontrar alegria em tudo o que posso. É preciso ter alguma tranquilidade nesses dias tão longos e ociosos", disse ainda.

Relacionamentos