PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Campeã de concurso pornô dá 4 dicas para escrever filmes adultos

Filme "Iniciação acadêmica", produzido a partir do roteiro desenvolvido por universitária do Rio de Janeiro - Divulgação
Filme "Iniciação acadêmica", produzido a partir do roteiro desenvolvido por universitária do Rio de Janeiro Imagem: Divulgação

Marcos Candido

De Universa

02/05/2020 15h25

O canal adulto Sexy Hot abriu um concurso para escolher o melhor roteiro criado por um universitário. É a segunda edição do prêmio, que funciona assim: universitários enviam uma sugestão de história erótica para ser produzida pelo Sexy Hot. A melhor história vira um filme e o roteirista ganha um prêmio em dinheiro.

As inscrições para o concurso abrem no dia 6 de maio e vão até 4 de junho. O vencedor leva R$ 3.000 e o filme no currículo. O prêmio será anunciado no segundo semestre deste ano.

No ano passado, a universitária Priscila Oliveira foi a primeira vencedora do concurso com o filme "Iniciação acadêmica". A estudante de cinema dá algumas dicas de como criar um bom enredo pornô.

Mentalizar os personagens

Uma dica básica: quem serão os personagens envolvidos na história? O enredo de Priscila conta a história de Sara, uma universitária que se muda para fazer faculdade de Direito em São Paulo. "Pensar na personalidade das personagens é o mais importante para desenvolver a história", diz.

Interpretada pela atriz Lis, Sarah é uma garota do interior, de família conservadora, que ainda não explorou a própria sexualidade. No enredo, ela se apaixona e passa a fantasiar relações com um homem mais velho, que anda pelos corredores da faculdade. Como você já deve imaginar, é ele quem vai dar início à vida sexual da universitária.

Foco na história e sem pressa

Sarah ainda não sabe que o Reitor, interpretado pelo ator Mario, é na verdade diretor da faculdade. Os dois começam a conversar, mas não transam assim de uma hora para outra. Lis se envolve com outros garotos da universidade, palpita com amigas e conversa com o Reitor antes de terminar na cama.

"É preciso ter um começo, meio e fim", explica a roteirista. "Deixei a cena de sexo no final para que quem assiste se identifique e se envolva com a personagem", diz.

Em "Iniciação científica", o Reitor é quem toma as "rédeas" para introduzir a ainda ingênua e virgem Sara ao mundo sexual.

Parte técnica

Um roteiro pornô é como qualquer roteiro. É preciso descrever os diálogos, a narração em off com os pensamentos da protagonista, detalhar o ambiente do encontro entre os personagens da história e escrever a cena de sexo.

Sim, a cena de sexo é como você imagina. Posições, carícias, beijos, clímax e outros detalhes para serem filmados pelo diretor.

O fim do "bate estaca"

Segundo Priscila, os filmes pornográficos não precisam apresentar só uma cena de sexo e acabou. Na verdade, conta, nos últimos anos, as produções nacionais tem oferecido mais enredo para tornar mais crível o que acontece na tela.

Resumindo: nada daquela velha cena de sexo com o entregador de pizza ou o encanador. Quem é que transa assim, não é mesmo?

Sexo