PUBLICIDADE

Topo

Por que BBB terá final feminista? Veja 4 motivos que ajudam a explicar

Manu, Thelma e Rafa são finalistas do BBB 20 - Reprodução/Globoplay
Manu, Thelma e Rafa são finalistas do BBB 20 Imagem: Reprodução/Globoplay

De Universa

26/04/2020 12h18

Manu Gavassi, Rafa Kalimann e Thelma Assis estão na final do Big Brother Brasil 20 após a saída de um grupo de homens que começou o jogo com uma tática machista.

A narrativa do grupo formado por elas foi capaz levá-las até as últimas semanas do programa com um bloco feminino — com exceção do ator Babu Santana, eliminado no paredão de sábado (25). Mas nem sempre foi assim.

O programa já viu comportamentos masculinos machistas serem recompensados e mulheres que se revoltaram ou que demonstraram liberdade sexual — ou simplesmente não corresponderam ao que era "esperado" de uma mulher — serem hostilizadas.

O rumo do jogo nesta edição indica que a sociedade mudou, mesmo que seja um pouquinho. Veja fatos fatos, desta e de outras edições do BBB, que ajudam a explicar a evolução e os percalços no programa para chegar até uma final só com mulheres unidas.

A sororidade combateu o machismo

"Machos do BBB" foram eliminados um por um após "plano de sedução" ser descoberto pelas mulheres - Reprodução
"Machos do BBB" foram eliminados um por um após "plano de sedução" ser descoberto pelas mulheres
Imagem: Reprodução

A gente sabe que dezenas de participantes do Big Brother Brasil já utilizaram a técnica de "homens versus mulheres". Mas nunca a divisão por gênero foi tão explícita como na 20ª edição do BBB.

A maioria dos homens pensou em seduzir as sisters para enfraquecê-las no início do programa. Baita autoestima! Não deu certo: elas descobriram e denunciaram o machismo. Os homens envolvidos foram eliminados, um por um.

Dali em diante, veio a sororidade.

TV Globo/Reprodução
Imagem: TV Globo/Reprodução

O termo usado pela finalista Manu Gavassi para votar contra Prior sintetizou o que se tornou a casa: um bloco de mulheres unidas para avançar no jogo. Ficou marcada uma frase da atriz Bruna Marquezine no paredão que eliminou Prior: "Machismo não é entretenimento!".

Dos homens, restou o ator Babu Santana, eliminado neste sábado, que foi contra as ideias do grupo de homens, mas foi votado pelo grupo das mulheres ao longo de todo o programa. Pela terceira vez na história do BBB, a final terá só mulheres. A primeira foi a edição do BBB 14, a segunda a edição 17.

A sociedade mudou em relação à sexualidade da mulher

Não à toa, participantes da 20ª edição do BBB propuseram a tática para "queimar" uma participante usando a sexualidade: essa estratégia já tinha produzido resultados.

Na segunda edição, o BBB exibiu, pela primeira vez, uma cena de sexo real na TV Globo. O momento foi protagonizado por Tarciana Mafra e Jeferson de Oliveira. O programa atingiu 48 pontos de audiência. Tarciana, ao contrário de Jeferson, foi criticada até mesmo pela família na mídia.

No BBB 10, Tessália Serighelli deixou a casa com rejeição alta após ir para baixo do edredom com o publicitário Michel Turtchin. Para Universa, ela afirmou que o feminismo de hoje teria mudado a história do que aconteceu.

Diego Alemão, vencedor do BBB 7, se relacionou com Íris Stefanelli e Fani Pacheco ao mesmo tempo no reality. Em 2019, no programa Altas Horas, Alemão foi questionado por Gleici Damasceno, vencedora do BBB 18, se o resultado teria sido o mesmo hoje em dia.

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Eu acho interessante que por parte delas estava tudo bem. Hoje acredito que, se isso acontecesse, por causa das redes, porque a sociedade vem mudando aos poucos, já teria sido uma polêmica maior. Não sei se a galera teria achado isso tão legal assim", ela opinou.

Nesta edição, Marcela Mc Gowan entrou debaixo dos edredons com Daniel Lenhardt, reclamou do que teria sido uma broxada e..? Tudo bem. Os dois saíram da casa, mas o ato não teve maiores repercussões.

Assédio e violência sexual não são mais tolerados

As mulheres no Big Brother Brasil sofreram por casos de assédio, constrangimento ou violência sexual ao longo de vinte edições. Nesta, não foi diferente. Quer dizer, foi um pouco diferente.

Petrix - Divulgação
Petrix
Imagem: Divulgação

Em fevereiro, Petrix apalpou os seios de Bianca Andrade, a Boca Rosa, que estava visivelmente alcoolizada durante uma festa. No mesmo mês, Pyong foi acusado de apertar o bumbum de Flayslaine e forçar um beijo em Marcela. O público reagiu: os dois foram eliminados.

Lá na edição do BBB 12, a direção é quem interveio. Daniel Echaniz foi expulso após imagens do pay-per-view sugerirem um abusou contra Monique. O brother foi absolvido, mas a sister não se lembra do ato.

Fora da casa, Felipe Prior também foi acusado de ter cometido violência sexual durante jogos universitários. Ele nega.

Há consciência sobre violência contra a mulher e relacionamentos tóxicos

Há apenas três edições, Marcos Harter foi expulso por apontar o dedo e colocar Emilly Araújo contra a parede. Uma investigação constatou marcas de agressão nos braços a sister. Lá, a sementinha já havia sido plantada: Emilly foi a campeã da edição.

Na edição atual, Guilherme Napolitano viveu um romance com Gabi Martins, mas perdeu a fama de bom moço ao demonstrar interesse também por Bianca Andrade.

Pesou também comportamento manipulador e tóxico com a sister; ele acabou indicado ao paredão e eliminado pelo público. Gabi permaneceu na casa por mais algumas semanas.

Reprodução/GlobosatPlay
Imagem: Reprodução/GlobosatPlay

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o BBB 20 será o terceiro somente com mulheres. Quem permaneceu mais tempo na casa após a eliminação de Guilherme foi a sister Gabi. As informações foram corrigidas.

Universa Vê BBB